Entenda a polêmica do ‘puxadinho’ erguido em movimentada rua do Centro de Florianópolis

Pizzaria localizada no Centro da cidade recebeu autorização da prefeitura para construir parklet, mas obra não estaria dentro dos padrões adequados, segundo município

Um ‘puxadinho’ erguido por uma pizzaria que ultrapassa o limite da calçada na rua Desembargador Arno Hoeschl, no Centro de Florianópolis, e que vem sendo alvo de reclamações por parte de pedestres e motoristas, é um projeto autorizado pela prefeitura da Capital.

A polêmica se dá porque algumas das vagas de estacionamento destinadas à Zona Azul foram bloqueadas pela estrutura. No entanto, segundo a prefeitura, a intenção do chamado parklet é proporcionar um local para lazer e convívio ocupando o lugar dos carros.

pizzariaO parklet foi construído anexo a um restaurante no Centro da Capital- Foto: Carlos Bortolutti/ND

A iniciativa já foi aprovada também por outras cidades brasileiras, como Araraquara e Taubaté, em São Paulo.

A pizzaria Bel Mangio, que inaugurou o espaço há cerca de uma semana, porém, não construiu o ‘deck’ de acordo com o projeto apresentado, segundo a administração municipal. Por esse motivo, a readequação da estrutura foi solicitada pela SUSP (Superintendência de Serviços Públicos).

Os detalhes da readequação e o prazo para que a Bel Mangio finalize as mudanças não foram informados pela prefeitura.

No link disponibilizado pela prefeitura sobre os parklets, consta que “é importante observar atentamente todos os itens que são detalhados no Manual a fim de assegurar o conforto e a segurança dos usuários e a viabilidade técnica de implantação”.

Estrutura foi autorizada pela prefeitura, mas estabelecimento precisa realizar adequações – Foto: Carlos Bortolutti/Divulgação/NDEstrutura foi autorizada pela prefeitura, mas estabelecimento precisa realizar adequações – Foto: Carlos Bortolutti/Divulgação/ND

Recomenda, ainda, que um profissional habilitado, como um arquiteto, ajude na leitura e na escolha técnica do lugar, o que foi autorizado. Depois, o estabelecimento deve solicitar à Secretaria de Desenvolvimento Urbano o pedido de autorização de instalação com a documentação necessária.

Além disso, a estrutura deve ser mantida sempre em bom estado de conservação para garantir segurança e conforto aos usuários.

Procurada pela reportagem, a pizzaria informou que “as mínimas adequações que foram feitas foram para melhorar a segurança”, disse um representante do restaurante.

Ele ainda citou todas as correções realizadas. “A largura aprovada pela prefeitura foi de 2,20 metros, fizemos com 2,05 metros pra não invadir tanto a rua. A altura aprovada foi de 3,20, fizemos com 2,90 metros pra não ficar tão alto. Foi aprovado com cobertura de policarbonato, mas estamos avaliando se vai ser viável devido a quantidade de moradores de rua que temos na cidade e que usariam a estrutura para dormir”, acrescentou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...