Entenda o motivo da demolição da pista de skate de Chapecó

Associações de representantes de praticantes de esportes radicais foram pegos de surpresa e aguardam uma definição do poder público

Ponto de encontro de skatistas e praticantes de BMX (Bicycle Motor Cross (x)), a pista de skate do Complexo Esportivo do Verdão, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, está em processo de demolição. A informação pegou de surpresa os praticantes e simpatizantes dos esportes radicais do município. 

Assista ao vídeo:

Segundo relato da Associação Chapecoense de BMX, no dia 14 de agosto de 2019 foi entregue ao então prefeito Luciano Buligon, uma proposta de reforma e revitalização da pista de esportes radicais do Verdão. “Apresentamos um projeto sério e detalhado como nos foi solicitado pelo poder público”, conta um dos membros da Associação, Irwing Grings de Freitas. 

O projeto foi recebido pela prefeitura e encaminhado à SEDUR (Secretaria de Desenvolvimento Urbano). Com a mudança de mandato, em 2021, a Associação afirma ter entrado em contato com a secretaria e foi orientada pelo secretário Valmor Scolari a reencaminhar o projeto para a execução durante este mandato.

De acordo com Freitas, o reenvio foi feito no dia 14 de janeiro de 2021. “Aguardávamos ansiosamente por uma posição sobre a reforma, mas fomos surpreendidos com a demolição da pista sem nenhum aviso prévio. Havia sido acordado que a pista não seria demolida. Não queremos culpar alguém, queremos apenas que isso tudo seja esclarecido e que atitudes sejam tomadas”, acrescenta. 

Ampliação e modernização

O diretor de Esportes de Chapecó, Rafael Foppa, diz que a demolição da pista faz parte das obras de ampliação e modernização do centro de treinamentos de jogos amadores do Complexo Esportivo Verdão que iniciaram em novembro de 2020. “Toda a estrutura do Verdão, incluindo ginásio, calçadas com acessibilidade, pavers e demais melhorias serão contempladas nas obras de revitalização”, explica.

Demolição da pista iniciou nesta semana. – Foto: Associação Chapecoense de BMX/Divulgação/NDDemolição da pista iniciou nesta semana. – Foto: Associação Chapecoense de BMX/Divulgação/ND

A área da obra é de 2290,67 m² e o valor total é de R$ 986.098,33 com recursos de emenda parlamentar. A previsão de conclusão do projeto é setembro de 2021. Foppa esclarece que uma antiga empresa teria ganhado a licitação para a revitalização do espaço, mas desistiu. Por isso, uma nova licitação foi feita e a empresa LWS Serviços LTDA foi a  vencedora e assumiu o projeto no fim de 2020. 

“Estamos definindo esta semana, junto com a SEDUR, um novo local para uma nova pista que contemple todas as necessidades dos praticantes de esportes radicais do município. Queremos oferecer um espaço adequado e de qualidade aos esportistas”, esclarece. 

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Infraestrutura