Força-tarefa contra esgoto irregular lacra ligações clandestinas no Norte da Ilha

Nesta semana, a Blitz Sanear permanece na região e vai fiscalizar imóveis nos bairros Cachoeira do Bom Jesus e Ingleses

A Blitz Sanear lacrou ligações clandestinas e multou, autuou e intimou, nesta semana, proprietários de imóveis com esgoto irregular em sete bairros da Capital. A partir desta segunda-feira (31), as ações serão concentradas no Norte da Ilha, nos bairros Cachoeira do Bom Jesus e Ingleses.

Nesta semana, Blitz Sanear lacrou ligações clandestinas e multou, autuou e intimou proprietários de imóveis com esgoto irregular em sete bairros da Capital – Foto: Djone Joench/Floripa Se Liga Na Rede/PMF/Divulgação/NDNesta semana, Blitz Sanear lacrou ligações clandestinas e multou, autuou e intimou proprietários de imóveis com esgoto irregular em sete bairros da Capital – Foto: Djone Joench/Floripa Se Liga Na Rede/PMF/Divulgação/ND

Também na região Norte, dois lacres foram efetuados pela equipe no Santinho  durante operação na manhã de terça-feira (25) em um comércio na Estrada Vereador Onildo Lemos e um condomínio na Rua do Tico Tico. Com extravasamento de esgoto a céu aberto, os dois imóveis, além dos lacres, receberam infração da Vigilância Sanitária.

Na mesma ação, o responsável por um terceiro condomínio, também na Rua do Tico Tico, foi autuado pela Floram por lançar o esgoto de pias de cozinha, tanques, máquinas de lavar roupa, lavatórios e chuveiros diretamente na rede de drenagem pluvial. A força-tarefa retornou ao Santinho no dia seguinte, quarta-feira (26), e autuou mais um imóvel no bairro, localizado na Servidão do Jornalista, pela mesma irregularidade.

Ainda no Norte da Ilha, a Floram multou por crime ambiental o dono de uma casa no Sambaqui, na Rua Gécio de Souza e Silva, flagrado com fossa extravasando até a rede pluvial, e deu dois dias para que o problema fosse solucionado.

Em operações realizadas entre segunda e quarta-feira, o grupo também fiscalizou imóveis nos bairros João Paulo, Ingleses e Saco Grande.

Mais de 130 ações semanais

O saneamento tem papel de destaque no combate a doenças, assim como para promoção da saúde e bem-estar da população, função que se evidencia na pandemia de Covid-19, já que os hábitos de higiene do corpo e de superfícieis são medidas fundamentais de proteção.

Para isso, é essencial que o esgoto que sai das residências tenha a destinação adequada, a a água tenha qualidade e potabilidade e que as estruturas de coleta, afastamento e tratamento destes resíduos também sejam universais. Em Florianópolis a Blitz Sanear, uma força-tarefa da Prefeitura da Capital e da Casan, realizada por meio do Grupo Sanear Floripa, fiscaliza, há mais de dois anos, ligações irregulares de esgoto que causem prejuízos ao meio ambiente e à saúde pública.

Desde outubro de 2018, a forca-tarefa já realizou mais de 130 ações semanais e inspecionou residências, imóveis comerciais, shopping centers, hotéis, restaurantes, pousadas, condomínios e edifícios em mais de 30 localidades de Florianópolis.

Desde outubro de 2018, a forca-tarefa já realizou mais de 130 ações semanais – Djone Joench/Floripa Se Liga Na Rede/PMF/Divulgação/NDDesde outubro de 2018, a forca-tarefa já realizou mais de 130 ações semanais – Djone Joench/Floripa Se Liga Na Rede/PMF/Divulgação/ND

Ações também no Sul da Ilha

A blitz concluiu os trabalhos da última semana com fiscalizações no Campeche e no Morro das Pedras. Na quinta-feira (27), cinco imóveis – quatro casas e um condomínio – na Servidão Macieira, no Campeche, foram flagrados com esgoto conectado à pluvial ou extravasamento de fossa. A operação resultou em quatro autuações da Floram e duas intimações da Vigilância Sanitária.

Há pelo menos um século, o saneamento básico foi um dos fatores mais preponderantes na redução de mortalidade infantil e de doenças variadas, como as infectocontagiosas no país.

Conforme determina a Lei Municipal nº 10.199, de 27 de março de 2017, a Prefeitura Municipal de Florianópolis informa que a produção deste conteúdo não teve custo, e sua veiculação custou R$2.000,00 reais neste portal.

+

Prefeitura de Florianópolis

Loading...