Governo de SC autoriza ampliação da maior rede de tratamento de esgoto do Estado

Unidade fica na capital catarinense e deve ser ampliada em 72%, com previsão de investimentos de R$ 144mi

Foi autorizado o repasse de R$ 144,8 milhões para a ampliação da ETE Insular, de Florianópolis, a maior estação de tratamento de esgoto de Santa Catarina. A medida teve a rubrica do governador Carlos Moisés (PSL) na manhã desta sexta-feira (23).

A ETE Insular passará a operar em Sistema Terciário, considerado o modelo de tratamento mais completo, pois além de remover a matéria orgânica do esgoto também retém nitrogênio e fósforo – Foto: Divulgação/ND

Estima-se uma execução de quatro anos de obra, aumentando em 72% a cobertura de saneamento na capital catarinense, com 12 mil metros rede coletora, afetando 225 mil habitantes. O financiamento é da Jica (Agência Japonesa de Cooperação).

Os bairros Itacorubi, Parque São Jorge, Jardim Anchieta, Córrego Grande e Pantanal, poderão fazer a conexão à nova unidade, tendo enfim coleta e tratamento. O projeto também prevê a implantação de mais 12 quilômetros de rede para atender os bairros José Mendes e Morro da Lagoa.

Cinco outros bairros (Centro, Trindade, Agronômica, Saco dos Limões e Costeira) serão beneficiados com a ampliação da unidade para acompanhar o crescimento vegetativo dessas áreas.

A ETE Insular passará a operar em Sistema Terciário, considerado o modelo de tratamento mais completo, pois além de remover a matéria orgânica do esgoto também retém nitrogênio e fósforo.

+

Infraestrutura