Governo do Estado reconhece situação de emergência em cidades de SC; saiba quais

Decreto assinado por Carlos Moisés foi publicado nesta segunda-feira (24) no Diário Oficial do Estado

O governo de Santa Catarina reconheceu a situação de emergência nível 2 em cinco municípios da região Oeste e um na Grande Florianópolis. O decreto assinado pelo governador Carlos Moisés (PSL) foi publicado nesta segunda-feira (24) no DOE (Diário Oficial do Estado).

Agravamento da seca na região Oeste de Santa Catarina, devido aos baixos volumes de precipitação – Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo/ SecomAgravamento da seca na região Oeste de Santa Catarina, devido aos baixos volumes de precipitação – Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo/ Secom

As situações de emergência foram homologadas por 180 dias a partir da data de publicação do decreto. O nível 2 é considerado de média intensidade e demanda a decretação de situação de emergência, enquanto o nível 3, a de estado de calamidade pública.

Na região Oeste, os municípios elencados foram Arvoredo, Concórdia, Mondaí, Paraíso, Seara e Serra Alta. Todos sofrem com a seca e o baixo volume de chuvas.

O decreto municipal nº 6.650, de 20 de abril de 2021, por exemplo, diz que a estiagem que assola o município de Concórdia desde junho de 2019, vem ocasionando a falta de água para consumo humano, principalmente, nas comunidades do interior. Além disso, a escassez de água para os animais prejudica a agropecuária.

Na última sexta-feira (21), a Defesa Civil de Santa Catarina informou que, até aquela data, 66 municípios catarinenses decretaram situação de emergência em função da estiagem.

Com o reconhecimento das situações de emergência, compete à Defesa Civil a aplicação de medidas para auxiliar os municípios atingidos.

Já o município de Biguaçu, na Grande Florianópolis, teve reconhecida a  situação de emergência pelo alto volume de chuvas registrado no dia 9 de março de 2021.

De acordo com a prefeitura municipal, o acumulado, em toda a região, se aproximou dos 84 milímetros em 12 horas e 14 milímetros em seis horas. A cidade sofreu com deslizamentos e alagamentos nas vias públicas e áreas particulares.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...