Ligação de nova adutora em Criciúma deixa moradores mais de 30 horas sem fornecimento de água

Abastecimento de localidades mais altas ainda deve se estender até a madrugada de quinta-feira (30)

A Casan finalizou os trabalhos de ligação da nova adutora em Criciúma, no Sul catarinense, na madrugada desta quarta-feira (29), contudo algumas localidades ainda registram falta de água.

Ligação de nova adutora em Criciúma deixa moradores mais de 30 horas sem fornecimento de água – Foto: Pedro França/Agência Senado/Divulgação/NDLigação de nova adutora em Criciúma deixa moradores mais de 30 horas sem fornecimento de água – Foto: Pedro França/Agência Senado/Divulgação/ND

Segundo o gerente da agência da Casan em Criciúma, Jaison Speck, todos os reservatórios de abastecimento de água já estão abertos e vazão para a rede é intensa. O fornecimento deve ser normalizado ao longo do dia e, em regiões mais altas, até a madrugada de quinta-feira (30).

“Isso porque houve um grande período sem abastecimento. Então, essa água, que está fluindo, tem que encher toda a tubulação, as caixas, até chegar na torneira do consumidor”, explicou Speck.

Ligação da adutora

A obra de conexão da nova adutora, que leva água bruta da Barragem do Rio São Bento ao Sistema Integrado de Abastecimento de Criciúma, iniciou às 5h de terça-feira (28) e foi finalizada na madrugada desta quarta-feira.

Ligação de nova adutora em Criciúma – Foto: Casan/Divulgação/NDLiLigação de nova adutora em Criciúma – Foto: Casan/Divulgação/NDLi

Por conta dos serviços, o fornecimento de água para Criciúma, Forquilhinha, Içara (parte do sistema), Maracajá, Nova Veneza e Siderópolis foi interrompido.

Segundo a companhia, a interligação da nova adutora é fundamental para garantir uma maior segurança no abastecimento na região e o aumento da vazão de captação do sistema.

A obra tem investimento de mais de R$ 24 milhões e um total de 6,25 mil  metros de extensão. Conforme a companhia, é a segunda maior obra executada por ela dentro do programa Planejamento Hídrico e vai beneficiar 400 mil moradores.

+

Infraestrutura

Loading...