Mergulhadores instalam placas na barragem do Rio Itajaí-Mirim

Ação deve diminuir os índices de salinidade da água, que continua acima do nível recomendado para consumo

Uma equipe de mergulhadores especializados continua trabalhando na recuperação da barragem do Rio Itajaí-Mirim, que se rompeu na última semana, causando altos níveis de sal na água distribuída em Itajaí e Navegantes.

Mergulhadores especializados instalam placas metálicas na barragem do Rio Itajaí-Açu. – Foto: Divulgação/Semasa Itajaí

Segundo o Semasa (Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura) de Itajaí, a instalação das placas metálicas é uma medida paliativa, para reduzir os níveis de salinidade da água, impedindo que a maré passe para o ponto de captação. A longo prazo, outras placas devem ser instaladas, dos dois lados da barragem.

A estrutura metálica de quatro toneladas, oito metros de comprimento e quatro metros de largura fechará o vão detectado no dia 13 de outubro e que permitiu a entrada da maré até o ponto de captação de água.

Níveis de salinidade seguem altos

Níveis de salinidade na água nas últimas 24h. – Fonte: Semasa Itajaí

A maré que tem entrado na área de captação de água do Semasa tem causado altos níveis de sal na água. No site da autarquia, é possível acompanhar as análises de água regulares. Até o meio-dia do dia 22, foi identificado 1.600 miligramas por litro de água. O recomendado para consumo é de 250 mg/l.

+

Infraestrutura