Moradora dos Ingleses e Defesa Civil travam embate por casa ‘invadida’ pelas dunas

Inquilina, que não retirou a mobília da casa, tem até quarta-feira para liberar o local; Defesa Civil aguarda para iniciar demolição

A previsão de demolição das três residências que foram ‘invadidas’ pelas dunas da Praia dos Ingleses, em Florianópolis, deve atrasar, pelo menos, até quarta-feira (18). Conforme informações da Defesa Civil da Capital, o órgão aguarda que a inquilina de uma das casas retire a sua mobília do local.

Casas estão sendo tomadas pela areia das dunas da Praia dos Ingleses – Foto: Defesa Civil/PMF/Reprodução/NDCasas estão sendo tomadas pela areia das dunas da Praia dos Ingleses – Foto: Defesa Civil/PMF/Reprodução/ND

A moradora Denise Guimarães já foi notificada e tem até o dia 18 para atender a solicitação. Até lá, fica impedido que os outros dois imóveis sejam demolidos.

A Defesa Civil explicou que as três edificações devem passar pelo processo de demolição juntas e de forma controlada. As casas já estão interditada e sem moradores.

Moradora contesta decisão

Para Denise, a situação ainda é complicada. Até a última quinta-feira (12), ela vivia na casa, quando foram cortados os fornecimentos de luz e água do local.

Já na sexta, a moradora e a Defesa Civil estabeleceram um acordo para assegurar que ela não entraria na casa para passar a noite, mas que haveria ronda policial para preservar a residência. Desde então, ela está residindo em seu carro.

Sem aceitar a oferta de dormir em algum hotel custeado pela Prefeitura de Florianópolis, Denise alega que não quer deixar seus pertences para trás. Ela relata que, com a situação em que a casa está, houve até roubo. Ela pediu ainda o auxílio do Aluguel Social, mas foi informada de que não se enquadra nos critérios para receber a ajuda.

“Hoje o Leal (Marcos Alberto, agente da Defesa Civil) foi sucinto. Não fala mais sobre prazo. [Fala] que tive tempo. Eu não tive foi dinheiro, e não sou obrigada a ficar no hotel”, defende Denise.

A moradora vivia com os dois filhos na casa, que agora estão com o pai. Providenciando local para viver, ela ainda não tem data para realizar sua mudança: “Eu quero sair o quanto antes. Eu não estou suportando a pressão”.

Relembre o caso

Desde 2017, o avanço das dunas de areia preocupa os moradores da Praia dos Ingleses, no Norte de Florianópolis.

Atualmente, a atenção está voltada para a servidão Fermino Manoel Zeferino, no canto Sul dos Ingleses, onde as dunas invadiram as casas e até mesmo o cemitério municipal.

Alguns moradores, por precaução, já deixaram o local. Conforme apurou a reportagem do ND+, três casas já foram “engolidas” pela areia do local nos últimos anos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...