Moradores de área irregular em São José reclamam da falta de energia

Quedas frequentes de energia vêm acontecendo há sete dias; Celesc está legalmente impedida de ampliar a rede para atender as 400 casas

Moradores do loteamento Benjamin, no Bairro Forquilhinhas, em São José, na Grande Florianópolis, estão enfrentando quedas frequentes de energia elétrica. As falhas começaram a acontecer há sete dias na região, deixando as casas sem energia, sobretudo à noite.

Moradores se manifestam contra a falta de energia elétrica em loteamento de São JoséMoradores foram às ruas manifestar contra a falta de energia na sexta-feira (21) – Foto: Reprodução/Internet

Até esta segunda-feira (24), três transformadores foram reajustados após apresentarem defeitos, mas um deles chegou a pegar fogo, conforme moradores. “As quedas acontecem à noite, são arrumadas de manhã, mas quando chega a noite, de novo a luz volta a cair”, afirma um morador do bairro.

Sem energia constante, as consequências são muitas. O morador reclama que os alimentos estragam na geladeira. Além disso, há um calor intenso durante os períodos mais quentes do verão, e precisam resistir sem ventilador ou ar-condicionado.

Outra moradora conta que já foram registradas perdas de eletrodomésticos no loteamento, como geladeiras e televisores.

Ampliação da capacidade de energia

Segundo a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), as falhas acontecem por causa do forte calor apresentado nos últimos dias e o consequente aumento do consumo de energia.

Ao todo, são 400 casas atendidas no local e a empresa está “legalmente impedida” de aumentar a capacidade de consumo.

O impedimento se deve ao fato de o loteamento estar em situação irregular, posicionado dentro de uma APP (Área de Preservação Ambiental).

Segundo a Celesc, há uma “série de redes clandestinas, conectadas a um transformador da distribuidora que fica em uma das extremidades do loteamento”.

Transformador não aguentou aumento do consumo de energia e pegou fogo – Vídeo: Reprodução/Internet

Apesar disso, a empresa de energia elétrica enviou equipes ao local para fazer a manutenção do transformador. Segundo os moradores, foi instalado um medidor de consumo para evitar a utilização excessiva de energia elétrica.

O caso foi encaminhado para a Defensoria Pública e está sob os cuidados da defensora Ana Paula Fischer, do Núcleo de Habitação e Urbanismo e Direito Agrário da Defensoria Pública (NUHAB). Em resposta ao ND+, a assessoria afirmou que ainda não vai se manifestar sobre o assunto.

O município também se posicionou sobre a falta de energia. Em nota, a Prefeitura de São José informou que “está constantemente em contato com a Celesc, que é a concessionária responsável pelo serviço, e que a mesma está avaliando a melhor solução para o caso”.

Questionada sobre o processo de regularização da área, a assessoria da prefeitura de São José não se posicionou até o momento da publicação. O espaço segue aberto.

Manifestações dos moradores

Os moradores do loteamento Benjamim criaram um grupo na internet para conversar sobre o tema e pedir a todos que reduzam o consumo. Mesmo assim, as quedas continuam acontecendo.

Moradores planejam nova manifestação para os próximos dias em Forquilhinhas – Vídeo: Reprodução/Internet

Para reivindicar melhorias na fiação elétrica do loteamento, os moradores afetados pelo problema foram às ruas de São José. Na rua Artur Manoel Mariano, em Forquilhinhas, algumas pessoas se reuniram com cartazes pedindo “queremos energia” e “queremos luz”. Segundo o morador, um novo ato está sendo organizado e deve acontecer nos próximos dias, sem data marcada até o momento.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...