Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Observatório da UFSC sugere Hercílio Luz exclusiva para ônibus nos horários de pico

Proposta para a ponte está em documento sobre mobilidade urbana que será apresentado aos candidatos a prefeito de Florianópolis

Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis – Foto: Ricardo Wolffenbüttel, divulgação/Secom/ND

O Observatório de Mobilidade Urbana da UFSC está defendendo que a Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, seja mantida como via exclusiva para transporte coletivo nos horários de pico e a criação de um corredor destinado a ônibus na Via Expressa Sul.

As sugestões fazem parte de um documento com propostas na área da mobilidade que será apresentado aos candidatos a prefeito da Capital.

Os pontos são baseados na Política Nacional de Mobilidade Urbana, que prevê prioridade do transporte não motorizado sobre o motorizado e dos serviços de transporte público coletivo sobre o individual.

Com a ressalva de que “demanda elevados subsídios públicos para ter tarifa competitiva”, o transporte aquaviário é citado como “um modo complementar de transporte de passageiros” entre a Ilha e Continente, além de “importante opção para o turismo regional”.

O Observatório da universidade também destaca a importância da integração do transporte coletivo dos municípios da Grande Florianópolis, sistema que está sendo desenvolvido em parceria com a Suderf.

“O projeto de integração, além de eliminar os desperdícios decorrentes da superposição de linhas dos sistemas intermunicipais com municipais, prevê maior frequência dos ônibus, linhas circulares nos municípios, modernização da frota, um único cartão de transporte para a região, sistema de informação ao usuário, fiscalização do contrato com regras do transporte bem definidas e critérios de avaliação para garantir a qualidade do serviço prestado”, registra o Observatório da UFSC.

A rede integrada de transporte metropolitano vai englobar os municípios de Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Florianópolis, Governador Celso Ramos, Palhoça, São José, Santo Amaro da Imperatriz e São Pedro de Alcântara.