Palhoça decreta situação de emergência por causa da estiagem

Estiagem provocou redução dos níveis de reservatórios da Casan e está afetando o abastecimento de água do município

Em virtude da estiagem que se prolonga provocando a redução dos níveis de reservatórios da Casan, a Prefeitura de Palhoça declarou, nessa terça-feira (19), situação de emergência no sistema de abastecimento de água do município.

Palhoça decreta situação de emergência pela estiagem – Foto: Luis Iranzo Navarro Olivares/Pixabay/NDPalhoça decreta situação de emergência pela estiagem – Foto: Luis Iranzo Navarro Olivares/Pixabay/ND

O decreto adverte a população sobre o uso racional e controlado de água durante o período em que perdurar a estiagem.

O Decreto 2.587 proíbe o uso de água tratada para efetuar a limpeza de calçadas, passeios públicos, pátios de imóveis, inclusive para lavar veículos, enquanto perdurar a estiagem.

Leia também:

O documento também afirma que estabelecimentos comerciais que exerçam atividade econômica que dependa do consumo de água tratada devem priorizar ações de economia, bem como instituir mecanismos de reuso de água. O decreto prevê também penalidades em caso de descumprimento das medidas.

Sistema de rodízio

Palhoça adquire água tratada da Casan. A Samae, por sua vez, faz a distribuição no município, mas a falta de pressão da água gera intermitências na rede.

A Casan está trabalhando com um sistema de fornecimento de água 12 horas por 36 horas, ou seja, os registros permanecem 12 horas fechados para 36 horas abertos.

Pouca chuva

A estiagem deste ano está sendo considerada pela Epagri/Ciram mais severa do que as registradas em 1978 e 2006. A particularidade desta seca é a abrangência, diferente da ocorrida no segundo semestre do ano passado.

A condição que se prolonga em Santa Catarina afeta a agricultura e pecuária na Grande Florianópolis. Segundo o Sindicato Rural de São José e Região, na produção de hortaliças, a perda se aproxima dos 60%.

A previsão para esse trimestre (maio, junho e julho) é de precipitação abaixo da média. De acordo com a Epagri/Ciram, a chuva será mal distribuída, com valores pouco significativos. Em algumas localidades, no entanto, pode haver precipitações mais elevadas e com distribuição irregular.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Infraestrutura