Pedestres e ciclistas se arriscam por causa da interdição da passarela do CIC

Passarela próximo ao CIC está interditado desde março por causa de problemas na estrutura

O sábado (9) marca dois meses que o promotor de Justiça Daniel Paladino, do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) recomendou a interdição da passarela próxima ao CIC (Centro Integrado de Cultura) por causa de problemas estruturais. No entanto, pedestres e ciclistas obrigaram-se em passar pela pista que dá acesso à Beira-mar Norte, em Florianópolis.

Pedestres sofrem com o fechamento da passarela próximo do CIC – Leandro Reichert/Divulgação/NDPedestres sofrem com o fechamento da passarela próximo do CIC – Leandro Reichert/Divulgação/ND

Dessa forma, cenas como essas fotografadas por um leitor do ND, na manhã deste sábado (9), são comuns de serem vistas durante todo o dia. Quem buscar outras alternativas para evitar passar pela pista, encontrará caminhos mais longos para acessar a Avenida Beira-Mar Norte.

Entre eles, por exemplo, por dentro do bairro da Agronômica, onde não há uma ciclovia na região. Outro caminho seria passar pelo elevado do bairro João Paulo e pegar a ciclovia, novamente.

Leia também: 

Como resultado, além da estrutura ainda fechada, outro problema é levantado: a falta de ciclovias. Vale ressaltar que a Beira-mar Norte, sentido Centro, é o local onde tem uma pista dedicada para a passagem de bicicletas.

Além disso, uma rampa, localizada no bairro agronômica, já estava interditada parcialmente desde o dia 22 de janeiro, no lado direito da Avenida da Saudade, sentido Centro.

Conforme o subcomandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Ricardo Pastrana, nenhum acidente foi registrado, na região, desde que a passarela foi interditada.

Pedestres sofrem com o fechamento da passarela próximo do CIC – Foto: Vinicius Leyser/Divulgação/NDPedestres sofrem com o fechamento da passarela próximo do CIC – Foto: Vinicius Leyser/Divulgação/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Infraestrutura

Loading...