Planejamento Hídrico: mais de 80% da nova adutora de criciúma está assentada

A obra irá ampliar em 50% a capacidade de levar água até a ETA São Defende

O investimento previsto da obra ultrapassa R$ 24,8 milhões e deve beneficiar 400 mil habitantes da região Sul do Estado – Foto: divulgação.O investimento previsto da obra ultrapassa R$ 24,8 milhões e deve beneficiar 400 mil habitantes da região Sul do Estado – Foto: divulgação.

As obras de assentamento da nova adutora projetada para levar água bruta da Barragem do Rio São Bento até a Estação de Tratamento de Água, em Criciúma, avançam para a reta final.

Cerca de 80% da tubulação já foi assentada nesta que é a segunda maior obra de Sistema de Abastecimento de Água em execução pela Casan dentro do programa Planejamento Hídrico para Santa Catarina.

A nova adutora trará mais segurança ao Sistema Integrado de Abastecimento de Criciúma – Foto: DivulgaçãoA nova adutora trará mais segurança ao Sistema Integrado de Abastecimento de Criciúma – Foto: Divulgação

As equipes trabalham para finalizar o assentamento das tubulações na região conhecida como Picadão. Do total de 6.432 metros de tubulação, 5.079,00 metros já foram assentados. Com investimento de mais de R$ 24,8 milhões, a obra irá ampliar em 50% a capacidade de levar água até a ETA São Defende.

“O sistema de abastecimento de Criciúma é bastante complexo, por isso estamos nos cercando de todos os cuidados para conseguir colocar a adutora em operação o mais breve possível”, afirma Elena de Almeida Afonso, uma das profissionais que fiscaliza os trabalhos pela Casan.

A nova adutora trará mais segurança ao Sistema Integrado de Abastecimento de Criciúma, que atende mais de 400 mil habitantes de Criciúma, Forquilhinha, Içara, Maracajá, Nova Veneza, Siderópolis e Morro da Fumaça. A obra permitirá manter as redes existentes como reserva para situações de emergência, além de possibilitar a ampliação da Estação de Tratamento de Água, que já está em projeto pela Casan.

+

Casan, Sustentabilidade e Saneamento

Loading...