Prefeitura de Chapecó abrirá sindicância para apurar sumiço de 12 máquinas

Prefeito João Rodrigues disse que das 14 roçadeiras que o município tinha, apenas duas foram encontradas

Em entrevista a uma rádio de Chapecó, o prefeito João Rodrigues (PSD) afirmou que irá abrir uma investigação interna para apurar o desaparecimento de máquinas que pertencem ao município.

Prefeitura de Chapecó vai abrir uma investigação interna – Foto: Reprodução/NDPrefeitura de Chapecó vai abrir uma investigação interna – Foto: Reprodução/ND

Ao responder a reclamação de uma ouvinte, por conta da quantidade de mato em terrenos abandonados, Rodrigues comentou que 12 roçadeiras para jardinagem, que pertencem ao estoque da prefeitura, sumiram do almoxarifado. 

“Quando nós assumimos o governo tinha duas roceiras, as demais sumiram, a prefeitura tinha 14 no estoque, e em janeiro tinha duas. As 12 ninguém sabe onde está”, disse Rodrigues, que assumiu o cargo em 1º de janeiro deste ano.

O prefeito completou que a limpeza de terrenos é obrigação do proprietário do espaço, no entanto, a prefeitura faz a limpeza, notifica o responsável e cobra uma taxa pelo serviço. 

Ao ND+, a assessoria da Prefeitura de Chapecó confirmou que a Secretaria de Infraestrutura, coordenada pelo secretário Luiz Paulo Carraro, vai instaurar uma sindicância interna para apurar o “sumiço” das máquinas. 

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Infraestrutura