Reformas de jazigos e capelas são permitidas somente em setembro em Chapecó

Objetivo é garantir que os espaços estejam limpos no Dia de Finados, segundo o município

O Departamento de Patrimônio e Serviços Gerais da Prefeitura de Chapecó pede a população que pretende fazer melhorias nos jazigos ou capelas dos Cemitérios Municipais para que antecipe as reformas. Os serviços que geram entulhos e resíduos de construção civil só serão permitidos dentro do mês de setembro.

Reformas de jazigos e capelas só serão permitidas em setembro, em Chapecó – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND

O objetivo é garantir que os espaços estejam limpos no Dia de Finados, em 2 de novembro, permitindo que os cidadãos prestem suas homenagens aos entes queridos em ambientes dignos e organizados. Em outubro o Município fará as limpezas gerais, além de cortes de grama e podas de árvores, conforme a necessidade dos locais. 

Em Chapecó existem dois Cemitério Municipais: o Cemitério da Linha Tomazelli, localizado na SC-283 e o Cemitério Ecumênico João Paulo II, que fica na Rua Achiles Tomazelli, esquina com a Avenida Getúlio Vargas.

Cemitério João Paulo II

  • O Cemitério Ecumênico João Paulo II, do centro de Chapecó, possui área total de 28.900 m², com 3182 lotes ocupados. Cada lote de jazigo ou capela possui quatro lugares. No local, há 1.312 gavetas (espaço para uma pessoa cada). O Cemitério do centro não possui lotes para venda.

Cemitério da Linha Tomazelli

  • O Cemitério da Linha Tomazelli possui área total de 14.698 m², com 962 lotes ocupados entre jazigos e capelas. Esse ainda possui lotes à venda, mas não ocorre de forma antecipada, apenas em casos de emergência (após sepultamento).
+

Infraestrutura