Retorno do transporte coletivo impactou em 20% as vendas em Florianópolis

Informação foi divulgada pela CDL, que também reforça a importância de manter os cuidados com a higiene e o limite de pessoas nos ambientes

Passaram-se três meses desde que o transporte coletivo parou em Florianópolis. O comércio sentiu esse impacto e com vendas a quase zero durante esse período, registrou bons números no primeiro dia da volta do transporte público na Capital, que aconteceu nesta quarta-feira (17).

Comércio de Florianópolis aumenta vendas com a volta do transporte coletivo – Foto: Flavio Tin/Arquivo/ND

O presidente da CDL de Florianópolis, Ernesto Caponi, diz que o cronograma de horários para abertura e fechamento das atividades estabelecido pela prefeitura, ajudará no controle dos passageiros, assim como evitará mais prejuízos aos comerciantes. 

Leia também:

“A CDL incentiva e reforça que os empresários possam continuar com a segurança e a higienização dos ambientes para que não ocorra um retrocesso nos esforços de combate ao novo Coronavírus”, alerta.

Segundo o gerente Harpady Gabriel Mella, a loja em que trabalha teve um excelente resultado e os vendedores ficaram aliviados com a retomada do transporte coletivo, pois com as vendas em baixa a comissão no final do mês fica comprometida.

“Em comparação ao mesmo dia do ano passado, hoje vendemos o dobro e fechamos o faturamento com crescimento de 20%. Com certeza é reflexo do retorno dos ônibus”, diz.

Para o empresário Luiz Guidugli Jr, que possui loja de artigos para presentes, o movimento se manteve igual aos dias anteriores e a sensação é que as vendas aumentarão de forma gradual.

“Não percebemos diferença em nosso segmento, mas isso pode ocorrer porque as linhas intermunicipais ainda não foram liberadas e talvez as pessoas ainda desconheçam que Florianópolis retomou a circulação dos ônibus”, comenta.

+

Infraestrutura