Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Rodovias catarinenses em estados precários

Alô governo, a responsabilidade é sua

A rodovia estadual SC 302 que liga Ituporanga a Rio do Sul está igual a Bagdá depois do ataque americano. Só tem buraco. E a BR 470 tá pior do que o Afeganistão depois do ataque russo. Pessoal que transita por lá deve gastar um pneu por mês. E no trecho entre Gaspar e Brusque, para depois pegar Brusque, São João Batista, Tijucas e Floripa, a buraqueira também é absurda. As rodovias, como as ferrovias são patrimônios do Estado no mundo todo. Sem elas o mundo não seria o que é hoje. Foi pelas estradas que chegaram as pessoas, os produtos, as ideias e que são fundamentais no desenvolvimento e na manutenção da vida da sociedade. É o principal patrimônio do governo de Santa Catarina. E é assim no mundo inteiro. Aqueles trilhos de trem e rodovias pela Europa, e as freeways  nos EUA, valem uma fortuna, por isso são bem cuidadas. É é assim no mundo inteiro.

Carreta que transportava transformador capota na BR-470, em Apiúna – Foto: DivulgaçãoCarreta que transportava transformador capota na BR-470, em Apiúna – Foto: Divulgação

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.