Sindicato aguarda notificação sobre a greve na Comcap

Enquanto espera receber a notificação formal, que determinou que a greve é ilegal, movimento prossegue em Florianópolis; Prefeitura contratou empresa privada

Até às 15h30 desta quarta-feira (2), o Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis) ainda não havia sido notificado oficialmente da decisão que decretou a ilegalidade da greve dos servidores da Comcap (Companhia de Melhoramentos da Capital), de acordo com o próprio sindicato.

Chegando ao seu quarto dia de greve nesta quinta-feira (3), a paralisação prossegue em Florianópolis, impactando na coleta de lixo pela cidade. A expectativa é que o Sintrasem se manifeste assim que receber a notificação judicial.

Lixo se acumula na Tapera durante greve da ComcapSindicato aguarda notificação sobre a greve na Comcap. Lixo se acumula na Transcaiera, no Centro de Florianópolis – Foto: Anderson Coelho/ND

Em decisão do desembargador Paulo Henrique Moritz nesta quarta (2), a Justiça declarou a greve como ilegal.

Moritz argumenta que não foi respeitado o aviso de 72 horas antes do início da paralisação e que  a greve foi deflagrada no mesmo dia em que a assembleia foi realizada.

Além disso, Moritz afirma que o acúmulo de lixo registrado na cidade favorece a propagação da Covid-19. E que a decisão não tem relação com o teor das reivindicações dos trabalhadores. O Sintrasem não se manifestou sobre o teor da decisão e afirma que foi informado apenas pela imprensa.

Moritz ainda determinou que o descumprimento da ordem acarretará aplicação de multa diária no valor de R$50 mil a partir da intimação do réu da presente decisão.

Greve

A greve teve início na última segunda-feira (30), após decisão tomada em Assembleia. Os trabalhadores da Comcap reivindicam a reposição da inflação e do ticket alimentação, já previstos no acordo bianual assinado pelo prefeito no ano passado mas não cumpridos. O reajuste da inflação seria de 4,7% e R$2,50 no ticket alimentação.

Parte da divergência é devido à legalidade ou não das reivindicações dos trabalhadores. O prefeito Gean Loureiro defende que o acordo não previa a pandemia da Covid-19.

Ele cita uma lei complementar federal que proíbe estados e municípios de oferecer qualquer tipo de reajuste ou aumento para servidores públicos até 2021.

Já o Sintrasem, por sua vez, defende que a lei citada pelo prefeito impede somente os valores acordados durante a pandemia, e não reajustes já celebrados anteriormente. Os trabalhadores da Comcap se mobilizam em protestos.

Duas empresas contratadas

A Prefeitura de Florianópolis contratou duas empresas através de contrato emergencial para realizar as coletas de lixo. A primeira iniciou os trabalhos na noite de segunda-feira (30), e a segunda nesta quarta-feira (2).

Os serviços, entretanto, são feitos em escala bem reduzida. De acordo com a Prefeitura, ainda não há coleta seletiva. O usuário deve manter recicláveis secos, limpos, no depósito temporário do domicílio até que o serviço seja restabelecido ou levar para associações de triagem.

Confira abaixo os roteiros de coleta para esta quarta-feira:

  • Noturno – Centro – Calçadões e avenidas principais
    Rota 1 – Calçadões e avenidas principais
    Praça XV e calçadões: Conselheiro Mafra, Felipe Schmidt, Trajano, Deodoro, Jerônimo
    Coelho, Largo da Alfândega, Álvaro de Carvalho, Pedro Ivo, Tenente Silveira, Vidal
    Ramos, Av. Mauro Ramos, Av. Hercílio Luz, Beira Mar Norte, Bocaiúva e Esteves Júnior.
  • Noturno – Norte – Praia Brava, Lagoinha, Ponta das Canas e Cachoeira
    Rota 2 – Praia Brava, Lagoinha, Ponta das Canas
    Rodovia Luiz Boiteux Piazza, Av. Epitácio Bitencourt, Av. Tom Traugott Wildi, Est. Jaime de Arruda Ramos, Rua Dep. Fernando Viegas, Rua Leonel Pereira.
  • Noturno – Sul – Alto Ribeirão e Ribeirão da Ilha
    Rota 3 Alto Ribeirão e Ribeirão da Ilha
    Rodovia Baldicero Filomeno.
  • Noturno – Tapera
    Rota 4 Tapera / Tapera Pedregal
    Rodovia Açoriana, Rua dos Pinhais, Rua das Areias, Rua da Ilha, Rua Alexandre Virgilino Lopes, Rua das Areias, Rua da Ilha.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Infraestrutura