Veja como ficará o trânsito com o fechamento da Ponte Colombo Salles

A previsão é que as pistas fiquem interditadas entre 7h de sábado e 5h de segunda-feira (29) e o trânsito será desviado para a ponte Pedro Ivo

As obras emergenciais na ponte Colombo Salles (onde o trânsito flui no sentido Ilha-Continente) serão iniciadas neste sábado (27). A previsão é que as pistas fiquem interditadas entre 7h de sábado e 5h de segunda-feira (29).

A previsão é de que a obra inteira, que prevê recuperação de blocos na ponte, seja finalizada em sua totalidade em cerca de seis meses. Com isso, o trânsito será desviado para a ponte Pedro Ivo.

Com isso, haverá desvios logo antes das cabeceiras continental e insular. Aa Ponte Pedro Ivo será utilizada nos dois sentidos, sendo que haverá duas das quatro faixas vão operar em um dos sentidos. A divisão será feita com cones e supervisionada pela Polícia Militar.

Desvios serão feitos durante esta fase da obra de recuperação – Foto: Divulgação/SIE/NDDesvios serão feitos durante esta fase da obra de recuperação – Foto: Divulgação/SIE/ND

A coordenação do desvio de trânsito será feita pelo 4º Batalhão da Polícia Militar, que deverá trabalhar com cerca de 15 oficias por dia na operação.

Tanto os motoristas que entram quanto os que saem da Ilha de Santa Catarina vão utilizar a Pedro Ivo. A ponte Colombo Salles será liberada somente para veículos oficias em serviço. A Secretaria de Mobilidade do Estado afirma que a operação é necessária para fazer perfurações no bloco quatro.

“O tratamento emergencial dos blocos será realizado com a técnica de reforço com barras dywidag (protensão com barras de aço especiais). Com as novas barras, a capacidade resistente de cada bloco será aumentada e as cargas atuantes na ponte serão transmitidas às estacas de fundação”, informou a secretaria, em nota.

Leia também:

O manejamento feito neste fim de semana pode ser um ensaio para próximas operações, considerando a duração do procedimento. Há receio com os impactos no trânsito por parte das corporações que fiscalizam.

“Com as duas pontes funcionando o trânsito já é caótico. Mas esperamos que com esse contexto de pandemia o pessoal fique mais em casa, e tenhamos um fluxo menor”, afirma o Sargento Edson da Silva Souto, do 4º BPMSC.

Os blocos que terão obra emergencial passarão pela manutenção, uma vez que a análise feita em novembro do ano passado conclui que eles estavam em risco e necessitavam dos procedimentos adotados. Em dezembro, foi contratada a empresa Teixeira & Duarte para realizar a obra.

A obra de recuperação emergencial dos blocos das pontes iniciou no dia 1º de junho. As intervenções serão realizadas em três blocos em cada ponte, começando pela Colombo Salles.

Na Pedro Ivo, as intervenções estão previstas para começar em agosto. O valor para execução da obra é da ordem de R$ 6.984.146,89.

01 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
  • Celso Camargo
    Celso Camargo
    E a ponte Hercílio Luz ? Porque não pode ser usada também para ajudar o trânsito ?

+ Infraestrutura