Verba para duplicação da Dona Francisca, de Joinville, será prevista no orçamento de 2021

Deputado estadual Fernando Krelling se reuniu com secretário do Estado da Fazenda, Paulo Eli, para solicitar que recursos - R$ 8 milhões - estejam previstos nos cofres do governo do Estado ano que vem

Prioridade eleita na área de infraestrutura pela Associação Empresarial de Joinville (Acij) para o governo Moisés, a duplicação da rua Dona Francisca, em Joinville, ganhou um impulso.

O deputado estadual Fernando Krelling (MDB) se reuniu na terça-feira (4) com o secretário do Estado da Fazenda, Paulo Eli, a fim de cobrar que os recursos para o início dos projetos de duplicação da rua Dona Francisca, SC-418 e Serra Dona Francisca estejam inseridos no orçamento do Estado para o ano que vem.

Fernando Krelling com o secretário do Estado da Fazenda, Paulo Eli – Foto: Geovanni Schroder/Divulgação ND

O pedido é uma antiga reinvindicação dos moradores e empresários do Litoral e Planalto Norte catarinense. O projeto deve custar entre R$ 7 milhões e R$ 8 milhões.

A proposta do deputado joinvilense é promover a duplicação da rua Dona Francisca, entre o trevo da avenida Marquês de Olinda e o final da Estrada da Ilha, em Pirabeiraba, passando por todo o Eixo-Industrial.

O projeto também contemplaria a duplicação da Serra Dona Francisca (SC-418) entre o limite com Campo Alegre, no alto da serra, até o entroncamento da rodovia estadual com a BR-101, em Joinville.

“Esta duplicação é uma demanda antiga dos joinvilenses, dos catarinenses que utilizam a Serra Dona Francisca e, sobretudo, dos empresários que, pelo Eixo-Industrial de Joinville, escoam um dos mais importantes PIB (Produto Interno Bruto) de Santa Catarina”, destacou Krelling.

O parlamentar disse, ainda, que toda grande obra precisa de orçamento, projeto, planejamento, por isso pediu ajuda do governo do Estado para dar esse start.

“Paulo Eli se comprometeu em colocar os recursos para o projeto das obras no orçamento de 2021 do Estado. Agora vamos cobrar e ficar atentos para que isso realmente aconteça”, finalizou Fernando Krelling.

+

Infraestrutura