Após festanças de Neymar, Puma e Red Bull acionam equipe do jogador

Os patrocinadores de Neymar não estariam felizes com a repercussão negativa dos cinco dias de festa promovidos pelo jogador; ele nega as comemorações

Os patrocinadores Puma e Red Bull teriam acionado o escritório de Neymar após a coluna de Leo Dias, do Metrópoles, noticiar os cinco dias de festas de fim de ano promovidas pelo jogador.

Neymar no jatinhoA equipe de marketing de Neymar sofre para tentar “amadurecer” sua imagem pública – Foto: Instagram/Reprodução/ND

Neymar nega as comemorações. A coluna, no entanto, afirma que elas aconteceram inclusive com a presença de cantores conhecidos do público, como Thiaguinho, Alexandre Pires, Wesley Safadão e Gusttavo Lima.

A coluna teve acesso a um vídeo em que se ouve perfeitamente o discurso do jogador, que critica a imprensa por “perseguição”: “Não chegamos a um acordo comercial para a compra deste material feito por uma pessoa que trabalhou na festa”.

A equipe de marketing de Neymar sofre para tentar “amadurecer” a imagem pública dele. Sempre cercado de amigos que não fazem nada de produtivo na vida (a não ser serem amigos dele), Neymar bem que tentou se engajar em causas sociais extremamente relevantes. Mas a síndrome de Peter Pan não sai da imagem do atleta.

Sobre a festa

Os cinco dias de comemoração teriam acontecido no condomínio de Neymar em Mangaratiba, no Rio de Janeiro.

Além dos cantores, estiveram presentes jogadores e ex-jogadores, como Nenê, do Fluminense, Rafinha Alcântara, do PSG, Romário, Romarinho e Thiago Galhardo, do Internacional. O ex-BBB Felipe Prior também curtiu a festa.

Para evitar polêmicas, os frequentadores ficaram proibidos de usar o celular: era preciso deixar o nome no aparelho para recebê-lo de volta ao fim da festa.

+

Internet