Blogueira de SC que viralizou em treta com cachorro tem nova polêmica com vacina: ‘mimimi’

Influenciadora disse que não tomou vacina e agora, quer a de dose única por conta de "mimimi" da organização de show, que exigiu o comprovante de vacinação

A influenciadora Evely Maysa se envolveu em uma nova treta, após viralizar em suposto abandono de cachorro em Itajaí no Litoral Norte de Santa Catarina. Desta vez, a polêmica é porque a influenciadora não tomou a vacina contra a Covid-19 e agora, quer a Janssen de dose única, por conta de um show internacional, no qual ela vai e exigiu o comprovante de vacinação.

Na manhã desta quarta-feira (27), um vídeo em que Evely comenta que não tomou a vacina, pois até então a equipe do show não exigia o comprovante, viralizou nas redes sociais.

Blogueira viralizou depois que disse que não tomou a vacina contra a Covid-19 – Foto: Reprodução/InternetBlogueira viralizou depois que disse que não tomou a vacina contra a Covid-19 – Foto: Reprodução/Internet

“Gente de Itajaí e região, eu ia fazer o navio do Safadão agora e até então não iam exigir vacina e tal, não tinham falado nada, só que teve uma reunião e como o navio percorre águas internacionais, não sei o que, aquele mimimi todo, eles vão exigir a vacina no embarque e eu não tomei a vacina”, comento a influenciadora.

Blogueira disse que vai tomar a vacina, pois o show no qual ela vai, exigirá a vacinação – Vídeo: Reprodução/Internet

Evely completou: “e eu preciso urgentemente tomar a Janssen, só que a Janssen não tem em lugar nenhum, então se alguém souber onde tem a Janssen, onde tomou, me fala pois eu preciso urgentemente dessa dose única. Porque não adianta eu tomar a primeira de qualquer outra ai, sei lá, porque não vai dar tempo da segunda dose”, destacou.

A vacinação em Itajaí, onde mora a influenciadora, está na faixa etária de 18 anos ou mais desde de agosto, o município já está vacinando adolescentes e disponibilizando doses de reforço para idosos desde setembro.

Porém, da marca que a influenciadora quer não tem disponível. O Brasil deve receber um novo lote com quase 8 milhões de unidades da vacina de dose única em novembro.

O ND+ tentou contato com Evely, mas até às 13h29 desta quinta-feira (27), não teve retorno.

Outra treta envolvida da blogueira

A repercussão de uma série de vídeos publicados nas redes sociais no dia 31 de setembro tomou um proporção negativa, tanto para um cachorro vira-lata caramelo, quanto para influenciadoras de Itajaí no Litoral Norte de Santa Catarina.

Evelyn MaysaStéphanie SchultzLeticia Angelino e Merielli silva são blogueiras e estavam indo para um dia de gravação quando pararam em um posto de combustível na Estrada do Rio do Meio, em Itajaí, quando o carro em que estavam foi “invadido” por um cachorro.

Inúmeros vídeos repercutiram nas redes sociais e mostraram as influenciadoras rindo da situação após o cachorro entrar no carro de Mirelli Silva e não querer sair.

Vídeo mostra as influenciadoras rindo da situação – Vídeo: Reprodução Internet/ND

Em um pronunciamento, Mirelli afirmou que ela e as amigas riam da situação e não do cachorro. “A gente estava rindo desde o começo da situação. Não estávamos debochando do cachorro. A gente achou engraçada a situação em si”, disse.

O que chocou muitas pessoas nas redes sociais, no entanto, foi a forma que o cachorro foi retirado do carro. Ainda de acordo com Mirelli, elas pediram ajuda dos frentistas do posto e de um motociclista, mas eles ficaram com medo de retirar o animal.

Esse momento do vídeo gerou um “cancelamento” das quatro influenciadoras. “Falaram até do meu filho, que está no céu, desejaram morte para a gente, para nossos familiares, por pessoas que não viram tudo o que aconteceu, todo o contexto” , destacou Mirelli.

“Apesar dele ser dócil, quando a gente tentava retirar ele do carro ele rosnava e latia, ficamos com medo de levar uma mordida porque a gente não conhecia o cachorro”, explicou.

A blogueira destacou ainda que um carro da Guarda Armada chegou no posto para abastecer e elas pediram ajuda deles. “A gente não chamou a Guarda Armada, eles foram abastecer e a gente pediu ajuda. Tentamos tirar o cachorro com comida e tudo, mas ele não saia”, destacou.

A SOS Peludinhos, uma ONG de proteção a animais de Itajaí, defendeu uma reflexão por parte das pessoas e influenciadoras para mesmo que se não pudessem ajudar o animal, usassem a visibilidade para promover mais solidariedade pela causa animal.

“Esse tipo de situação não é pra ser palco de risos e entretenimento.Sabemos que nem sempre conseguimos ajudar os animais, mas o importante é refletir sobre. Quando não puder ajudar, use sua visibilidade e voz para divulgar, ajuda-lo pedindo ajuda”, publicou a ONG.

Evelyn Maysa, Stéphanie Schultz e Leticia Angelino não comentaram o assunto. Mirelli Silva pediu desculpas pela forma que o assunto foi tratado por ela e pelas amigas.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Internet

Loading...