Descoladas, prefeituras consolidam tendência de se aproximar do cidadão pela internet

- +
Com o distanciamento social, todos foram para as redes e os órgãos públicos ficaram atentos a esse comportamento para estreitar laços com a população

Entre a sequência de memes que circula na internet, uma moda que pegou entre os jovens é a gíria cringe.

A brincadeira envolve a geração Z (nascidos entre 1995 e 2015) que fazem piadas com a geração dos millennials (nascidos entre 1980 e 1994), chamando os hábitos desse passado relativamente recente de cringe. Ou seja, vergonhoso, antiquado, ultrapassado.

Em Florianópolis, até as placas de obras ganharam alusões ao público jovem e mais “conectado”. O slogan “Floripa No Capricho” tem um emoji substituindo o último caractere – Foto: Reprodução/InstagramEm Florianópolis, até as placas de obras ganharam alusões ao público jovem e mais “conectado”. O slogan “Floripa No Capricho” tem um emoji substituindo o último caractere – Foto: Reprodução/Instagram

As prefeituras somam mais décadas de existência e não pertencem a essas gerações dos jovens, mas estão antenadas com os novos tempos.

Definitivamente, os gestores públicos não querem ser chamados de cringe. Por isso, estão inovando na forma de comunicação com o público. Na pandemia, as redes sociais de instituições públicas passam por evoluções no contato com o público.

A abordagem séria e pragmática deu lugar a uma linguagem descontraída e até mais íntima, para aproximar-se do público-alvo.

O isolamento e o aumento das pessoas conectadas, que muitas vezes tiveram os celulares como única forma de contato com o mundo por dias e até semanas, provocaram um salto nesse processo.

São vários os exemplos de publicações que chamaram a atenção em Santa Catarina. No contexto da vacinação, onde o envolvimento passou a ser questão de saúde pública, esse foi o grande diferencial.

Não faltam exemplos de prefeituras que ficaram ON, usaram gírias e se desligaram dos entraves institucionais para se aproximar da população e incentivar a imunização.

O contato “descolado” parece ser tendência, que se estende a outras campanhas públicas e deve ser cada vez mais comum nas redes sociais de órgãos públicos.

Linguagem mais solta

A linguagem mais didática e palatável na gestão pública é algo planejado dentro das entidades, como forma de aprimorar a relação do poder com a sociedade.

“Estamos com alguns projetos de linguagem simples, que é uma vertente bastante importante inclusive, do InovaSC. As instituições são estimuladas a fazerem releituras, principalmente dos documentos que são voltados ao cidadão e deixá-los com uma linguagem mais simples, mais amigável, mais compreensível para todos”, diz o promotor de Justiça do MP, Guilherme Zattar.

Uma tendência que viralizou nas redes sociais de diversas prefeituras de Santa Catarina foi na hora de convocar os grupos aptos a receberem a vacina contra a Covid-19. A aposta foi utilizar referências bem-humoradas para cada geração.

A Prefeitura de Balneário Camboriú utilizou imagens do funkeiro MC Bin Laden e de Justin Bieber para convocar os jovens de 20 anos para tomar a vacina - Reprodução/Instagram
1 10
A Prefeitura de Balneário Camboriú utilizou imagens do funkeiro MC Bin Laden e de Justin Bieber para convocar os jovens de 20 anos para tomar a vacina - Reprodução/Instagram
Para os de 19 anos, a prefeitura de BC apostou no sucesso dos anos 2000, o High School Musical - Reprodução/Instagram
2 10
Para os de 19 anos, a prefeitura de BC apostou no sucesso dos anos 2000, o High School Musical - Reprodução/Instagram
O Ben 10 foi a temáticaescolhida pela Prefeitura deFlorianópolis para chamar aatenção dos adolescentes - Reprodução/Instagram
3 10
O Ben 10 foi a temática escolhida pela Prefeitura de Florianópolis para chamar a atenção dos adolescentes - Reprodução/Instagram
Prefeitura de Nova Veneza tem chamado atenção nas redes sociais com postagens 'diferentes' para o público jovem da vacinação - Reprodução/Instagram/ND
4 10
Prefeitura de Nova Veneza tem chamado atenção nas redes sociais com postagens 'diferentes' para o público jovem da vacinação - Reprodução/Instagram/ND
Ferramenta de troca de mensagens, MSN, foi lembrada em anúncio da Prefeitura de Nova Veneza - Reprodução/Instagram/ND
5 10
Ferramenta de troca de mensagens, MSN, foi lembrada em anúncio da Prefeitura de Nova Veneza - Reprodução/Instagram/ND
Celulares antigos foram utilizados para chamar vacinação, também, em Nova Veneza - Reprodução/Instagram/ND
6 10
Celulares antigos foram utilizados para chamar vacinação, também, em Nova Veneza - Reprodução/Instagram/ND
Interface de aplicativo de relacionamento foi utilizado para anunciar vacinação para pessoas com 24 anos ou mais em Nova Veneza - Reprodução/Instagram/ND
7 10
Interface de aplicativo de relacionamento foi utilizado para anunciar vacinação para pessoas com 24 anos ou mais em Nova Veneza - Reprodução/Instagram/ND
Harry Potter foi utilizado na última semana para chamar a vacinação de pessoas com 20 anos ou mais em Tubarão - Divulgação/Prefeitura de Tubarão/ND
8 10
Harry Potter foi utilizado na última semana para chamar a vacinação de pessoas com 20 anos ou mais em Tubarão - Divulgação/Prefeitura de Tubarão/ND
A Prefeitura da Capital decidiu consultara internet para escolher o nome de umjacaré, novo morador do Parque do CórregoGrande. A iniciativa repercutiu nas redessociais e teve 4.927 votos. O réptil foibatizado de Coronajac, nome que provocouainda mais engajamento na web - Reprodução/Instagram
9 10
A Prefeitura da Capital decidiu consultar a internet para escolher o nome de um jacaré, novo morador do Parque do Córrego Grande. A iniciativa repercutiu nas redes sociais e teve 4.927 votos. O réptil foi batizado de Coronajac, nome que provocou ainda mais engajamento na web - Reprodução/Instagram
Em Joinville, no Nordeste do Estado, o poderpúblico também costuma apostar em maneiras“diferentes” de atrair o público. Em campanhaspara adoção, ou até mesmo incentivo de usode espaços públicos com animais, a prefeiturautiliza imagens legendadas dos bichinhos secomunicando diretamente com os moradores - Reprodução/Instagram
10 10
Em Joinville, no Nordeste do Estado, o poder público também costuma apostar em maneiras “diferentes” de atrair o público. Em campanhas para adoção, ou até mesmo incentivo de uso de espaços públicos com animais, a prefeitura utiliza imagens legendadas dos bichinhos se comunicando diretamente com os moradores - Reprodução/Instagram