Escola de SC aciona polícia em busca de ganhador misterioso da Rifa da Fazendinha

Único ganhador da Rifa da Fazendinha que ainda não foi identificado é procurado pelos organizadores para receber um pato; alunos de SC celebram valor arrecadado em pizzaria

Um dos quinze ganhadores da Rifa da Fazendinha é um mistério aos alunos e funcionários da Escola Básica Municipal Bairro Bortolotto, em Nova Veneza, no Sul de Santa Catarina. Ganhador do quarto prêmio, até esta quinta-feira (7) ele não deu as caras para buscar o seu pato, salame e queijo. Os organizadores pediram ajuda até mesmo para a delegacia.

Alunos de SC comemoram em pizzaria premio da rifa da FazendinhaAlunos comemoram prêmio arrecadado com rifa da Fazendinha em pizzaria – Foto: Arquivo/Divulgação/ND

Ele foi o único que até então não procurou a escola. O pagamento da rifa foi feito por PIX, o que possibilitou o acesso ao nome e ao CPF do vencedor. Com essas informações em mãos descobriram apenas que o sumido é paulista e morou um tempo nos Estados Unidos.

A equipe tem até o dia 20 de novembro para localizar o rapaz, chamado Yann. Jussara Savio, diretora da escola, afirma que após as celebrações serão realizados os esforços para garantir o encontro do pato e o novo dono. “Passado o dia das crianças vamos dedicar novembro para isso”, conta.

Passados quinze dias após o sorteio, três prêmios ainda não foram entregues. Um morador de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, visitará a escola nos próximos para levar a galinha, o queijo, o salame e o torresmo conquistados. De quebra, realizará um tour por Nova Veneza.

O outro vencedor mora em Florianópolis, mas por conta da idade decidiu não realizar a viagem durante a pandemia. “Vou fazer questão de levar, estamos no momento cuidando da logística para isso”, assegura a diretora.

Buscas serão feitas, mas primeiro pizza

Agora os mais de 400 alunos celebram o sucesso da Rifa da Fazendinha junto aos 50 funcionários da escola. Devido a repercussão nacional que a rifa gerou, impulsionado pelo vídeo no qual os vereadores da cidade divulgam os prêmios na Câmara Municipal, o valor arrecadado foi de R$97 mil.

“Tínhamos definido que a turma que mais vendesse rifas iria para a pizzaria. Mas deu tão bom que resolvemos levar todo mundo, inclusive os funcionários. Começamos a levá-los na quarta-feira e acabamos hoje [quinta-feira (7)]”, conta Jussara.

Todos os alunos da escola foram celebrar em pizzaria – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/NDTodos os alunos da escola foram celebrar em pizzaria – Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Para receber a turma, a pizzaria da cidade montou uma decoração especial inspirada pela Fazendinha. Parte do dinheiro será destinado para a celebração: os alunos terão o dia do crepe e o dia do algodão. As máquinas já foram compradas.

Nos últimos anos, a tradicional rifa costumava arrecadar cerca de R$9mil. Com o aumento de quase dez vezes, é possível realizar um antigo sonho dos alunos. “Sempre sonhamos em colocar uma televisão em cada sala. Mas também vamos guardar um dinheirinho, pois nem todos os anos será assim”, afirma a diretora.

+

Internet

Loading...