Ex-Fazenda, influenciadora conta rotina como voluntária na guerra da Ucrânia

"Quando tirei uma foto em um tanque russo, tinha um corpo carbonizado dentro", disse a influenciadora em entrevista após ser criticada no Brasil

Influenciadora e participante de A Fazenda 13, Liziane Gutierrez mora em Kiev, capital da Ucrânia, desde maio deste ano. A mudança ocorreu por uma missão humanitária, ao perceber que a ajuda financeira não era suficiente ao país que está em guerra com a Rússia. “Eles estavam recebendo ajuda financeira de todas as partes, porém não na prática”, disse.

Influenciadora brasileira vai à Ucrânia e relata rotina como voluntária da guerra – Foto: Reprodução/@liziane_gutierrez/NDInfluenciadora brasileira vai à Ucrânia e relata rotina como voluntária da guerra – Foto: Reprodução/@liziane_gutierrez/ND

O confronto começou em fevereiro, cerca de três meses antes da mudança da influenciadora. Inicialmente, ela foi como correspondente de uma emissora dos Estados Unidos, mas decidiu ficar na Europa. Os detalhes da rotina foram repassadas por Liziane em entrevista ao R7.

“Diversas empresas estavam trazendo doações, mas elas só iam até a Polônia. Ninguém queria entrar na Ucrânia. Meu trabalho inicial era este: entrar com as doações nas áreas remotas da Ucrânia. Ajuda prática sempre foi muito necessária”, explica a Gutierrez.

Rotina na guerra

A influenciadora disse que não tem uma rotina fixa, mas passa os dias em atividades como levar doações a hotéis e cidades mais afetadas e ajudar nas estações de trem, nas quais há pessoas que tentam sair do país. Liziane afirmou que também há pessoas que voltam à Ucrânia.

Em meio à rotina de voluntária, Liziane busca por uma vida mais próxima ao normal, sem a guerra. “A vida, dentro desse normal que está a Ucrânia, continua. As pessoas estão vivendo, dentro dos limites, das preocupações e das tristezas, mas as pessoas estão vivendo para não surtar”.

Em rede social, a influenciadora compartilha suas idas ao salão para fazer alongamento de cílios, por exemplo, e vai com frequência à academia.

Medos e críticas

A influenciadora admite que sente medo. “A gente vê muita coisa. Infelizmente, gente morta. Quando tirei uma foto em um tanque russo, tinha um corpo carbonizado dentro de um dos tanques”.

Compartilhar a rotina de guerra nas redes sociais tem rendido críticas à influenciadora, que foi acusada de não respeitar o sofrimento dos ucranianos ao posar em frente a um tanque Russo. Liziane diz que prefere ignorar as repercussões negativas e prefere focar no que ouve de positivo.

“No Brasil, a maioria das pessoas me criticou pela foto no tanque para comemorar a derrota russa e, aqui e na Polônia, que é o país vizinho que está recebendo a maioria dos refugiados, as pessoas me abraçaram. Da mesma forma que as críticas vêm, eu tento ignorá-las”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Diversa+ na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

A Fazenda

Loading...