FOTOS: mansão de Clodovil está em ruínas e corre risco de ser demolida

Construído em área de preservação ambiental, casarão enfrenta dificuldades para ser vendido e está abandonado

Vista para o mar, cerca de 20 cômodos, sala com chão de areia para reproduzir uma ida à praia e outras extravagâncias do estilista Clodovil correm risco de ser demolidos com a mansão de 3 mil m² em Ubatuba, litoral de São Paulo. Construída em área de preservação ambiental, o lugar enfrenta problemas para ser vendido e foi abandonado.

Construído em Área de Preservação ambiental, cerca de 500 metros da propriedade já foram demolidos – Foto: Reprodução/Internet/NDConstruído em Área de Preservação ambiental, cerca de 500 metros da propriedade já foram demolidos – Foto: Reprodução/Internet/ND

Sujeira, infiltrações, partes sem teto ou cômodos demolidos são percebidos ao chegar na mansão, segundo o canal “Lolo Bolado”. Os apresentadores se dedicam a procurar por casarões abandonados para entender como foram deixados. O espólio de Clodovil não consegue vender a casa em ruínas.

A última tentativa de leilão da mansão aconteceu em 2021. Em 2018, o ligar chegou a ser vendido por R$ 750 mil, mas a compradora anulou o negócio alegando não ter sido avisada sobre o imóvel estar em área de preservação ambiental, o que impossibilitaria várias reformas.

Em 2017, inclusive, trechos da mansão onde estava o quarto de Clodovil, o canil e parte da cozinha foram demolidos pela Justiça. Foram 500 m² colocados abaixo por estarem sem autorização de construção na área de proteção. No quarto que pertencia à mãe do estilista, ainda é possível encontrar a estrutura para dossel feita de madeira maciça.

Segundo os visitantes da mansão, as latinhas de cerveja, sacolas e litros de refrigerantes encontrados na piscina indicam que o lugar, mesmo abandonado, ainda recebe pessoas. Na entrada, um ganso ainda “faz a segurança” da casa de Clodovil.

Mansão de Clodovil corre risco de ser demolida - Reprodução/Internet/ND
1 4
Mansão de Clodovil corre risco de ser demolida - Reprodução/Internet/ND
A última tentativa de leiloar a mansão aconteceu em 2021 - Reprodução/Internet/ND
2 4
A última tentativa de leiloar a mansão aconteceu em 2021 - Reprodução/Internet/ND
Vaso sanitário colocado por Clodovil em área aberta foi vendido após sua morte - Reprodução/Internet/ND
3 4
Vaso sanitário colocado por Clodovil em área aberta foi vendido após sua morte - Reprodução/Internet/ND
Latas de cerveja e refrigerante, além de sacos plásticos, são encontrados no local - Reprodução/Internet/ND
4 4
Latas de cerveja e refrigerante, além de sacos plásticos, são encontrados no local - Reprodução/Internet/ND

O estilista morreu em 2009 e a casa foi gradativamente abandonada pelo espólio de Clodovil, que também era apresentador de TV e político. Um dos cantos mais famosos, onde estava o vaso sanitário colocado ao ar livre, ao lado de uma Jacuzzi, já não é mais o mesmo. As informações são do jornal Extra.

“O vaso sanitário foi vendido por R$ 30 reais na época, teve quem quisesse. Ao lado da Jacuzzi era a biblioteca O vaso que vocês sentaram era parte do seu primeiro quarto, que era ao lado e também foi demolido, depois ele fez seu quarto no alto, que tinha uma passagem secreta”, contou um vizinho ao “Lolo Bolado”.

+

Internet

Loading...