Italiano cai em golpe e passa 15 anos acreditando namorar Alessandra Ambrósio

Caso somente veio à tona após a família do jogador pedir para um programa de TV do país revelar o golpe

Você não leu errado! O jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga, de 42 anos, passou os últimos 15 anos da sua vida acreditando que namorava à distância com a top model brasileira Alessandra Ambrósio.

Se a falsa identidade já não bastasse para essa trágica história, o homem ainda chegou a dar 700 mil euros, algo em torno de R$ 4,3 milhões, para a golpista.

Italiano acreditava namorar Alessandra Ambrósio e caiu em golpe milionário – Foto: Inernet/Divulgação/NDItaliano acreditava namorar Alessandra Ambrósio e caiu em golpe milionário – Foto: Inernet/Divulgação/ND

Conforme informações do portal italiano Corriere Della Sera, tudo começou quando uma amiga de Roberto, chamada Manuela, passou para ele o contato de uma garota que gostaria de conhecê-lo.

Ela então se apresentou como Maya, mas depois revelou que seu nome, na verdade, era um pseudônimo, e afirmou ser Alessandra Ambrósio.

Conversa vai, conversa vem, e o italiano se apaixonava cada vez mais por aquela pessoa que se apresentava como Alessandra. Foi então que a golpista começou a pedir dinheiro com desculpas ‘plausíveis’.

“‘Como aquela que ela tinha que dar um presente’, mas o caixa eletrônico foi bloqueado devido a um complicado caso de herança”, contou o italiano ao Corriere Della Sera.

Quanto a se verem pessoalmente: “Era impossível devido às suas constantes viagens de negócios e àquela grave doença cardíaca que me dizia que ficava hospitalizada com frequência”, comenta o italiano.

Durante esses anos, Roberto Cazzaniga chegou a dar 700 mil euros para a golpista que se passava pela modelo. O jogador chegou a pedir dinheiro para amigos e familiares, e hoje, soma dívidas e problemas financeiros.

A descoberta

O caso somente veio à tona após a família do jogador pedir para um programa de TV italiano revelar o golpe, depois de ter reunido provas de que o jogador de vôlei havia caído em uma cilada.

As investigações revelaram que haviam três pessoas envolvidas no esquema, sendo Manuela, que passou o contato de Maya, o namorado de Manuela, e Valeria, uma mulher de 50 anos, que vive na Sardenha, e que fingia ser Alessandra Ambrósio.

Após a veiculação da reportagem, o jogador italiano foi à polícia e prestou queixa contra a golpista. O caso será investigado.

*Com informações do portal Corriere Della Sera e Catraca Livre.

+

Internet

Loading...