Juliano Cazarré se pronuncia após polêmica sobre recusa da vacina contra Covid-19; entenda

Segundo o ator, ele teria adquirido "imunidade contra o vírus no ano passado"; artista rebateu mensagens recebidas por seguidores e indireta de colega de profissão

O ator Juliano Cazarré usou as redes sociais nesta quarta-feira (28) para se pronunciar sobre a polêmica de que teria sido cortado do elenco de uma novela por não aceitar tomar a vacina contra a Covid-19. Em desabafo nas redes sociais, o artista escreveu: “A quantidade de gente que não abre um livro que preste, mas acredita em coluna de fofoca é impressionante. Pobre Brasil”, disse ele.

Ator se pronuncia após polêmica sobre recusar vacina contra Covid-19 – Foto: Instagram/Divulgação/ND-Ator se pronuncia após polêmica sobre recusar vacina contra Covid-19 – Foto: Instagram/Divulgação/ND-

Segundo informações do colunista Leo Dias, Juliano Cazarré teria se recusado a tomar o imunizante contra o novo coronavírus e, com a decisão, poderia ficar de fora da escalação para a produção.

Para se defender, ele afirmou ter adquirido “imunidade contra o vírus no ano passado e que já leu textos falando que a vacina pouco adianta nestes casos, e que uma nova carga viral poderia ser prejudicial”.

O ator ainda admitiu que cogitou não receber o imunizante, mas tomaria se fosse uma condição para o trabalho.

Veja comunicado

“A quantidade de gente que não abre um livro que preste, mas acredita em coluna de fofoca é impressionante. Pobre Brasil”, começou Cazarré.

“Há alguns dias eu fiz uma consulta à produção de Pantanal sobre a situação da vacina, pois adquiri imunidade ano passado e já li textos falando que a vacina nesses casos pouco adianta, e que uma nova carga viral pode ser prejudicial. Mas deixei claro que se for uma condição da casa para que eu participe de Pantanal, eu tomarei”, continuou.

“O médico tirou as dúvidas sobre como são feitas e eu já tinha decidido  tomar, assumindo os mesmos riscos que todos os vacinados. No posto, me informaram que eu devo passar lá na quinta-feira (amanhã de tarde). É o que farei”, escreveu Cazarré.

“Aos meus seguidores queridos, peço que rezem uma Ave Maria por todos aqueles que vieram desejar a minha morte e a de meus filhos“, falou sobre as mensagens de ódio que teria recebido.

Por fim, Jualino escreveu: “Ao rebanho de muares que veio aqui me xingar por causa da vacina. Podem voltar a me xingar apenas pelos motivos de antes: minha opção religiosa e por eu não acreditar na mesma ideologia que vocês. Estou em oração por vocês também. Obrigado”, finalizou.

Ator sugeriu ficar no lugar de Juliano Cazarré caso ele não tomasse a vacina

Nas redes sociais, o também ator Armando Babaioff não citou nomes, mas ironizou a escolha de colegas que não querem receber o imunizante.

“Só para dizer que tomei a vacina, se quiserem me escalar para alguma novela, estamos aí. Vacina, sim”, disse o ator.

Nesta quarta-feira, enquanto se pronunciava sobre a recusa a vacina, Cazarré também comentou sobre esse “colega que sugeriu pegar seu lugar”.

“Aos meus seguidores, peço que rezem uma Ave Maria pelo colega que sugeriu pegar o meu lugar por estar vacinado. Ele é um grande ator e não merece estar nessa situação”, escreveu.

+

Internet

Loading...