Marido vendia almoço que esposa fazia para ele levar ao trabalho para comprar fast food

Esposa ficou revoltada após marido ser "entregue" por amigo; homem vendia o almoço para colegas e usava o dinheiro para comprar lanches

Uma mulher ficou revoltada ao descobrir que o marido vendia sanduíches caseiros, que ela preparava para ele levar ao trabalho para almoçar, para amigos da empresa. As vendas aconteciam para que o homem pudesse compras lanches de fast food. As informações foram divulgadas pelo portal britânico Dailymail.

Homem vendia sanduíches que a mulher fazia para comprar fast food – Foto: Pixabay/ReproduçãoHomem vendia sanduíches que a mulher fazia para comprar fast food – Foto: Pixabay/Reprodução

A esposa, de 33 anos, divulgou o caso sobre a traição no fórum “Am I the A ** hole” do Reddit. Ela explica que junto com o marido, um homem de 37 anos, estão lutando para economizar dinheiro para comprar um novo apartamento.

Quando ela percebeu que seu marido, que trabalha no setor de publicidade, gastava cerca de US$ 20 por dia, e mais de US$ 300 por mês em comida no trabalho, ela se ofereceu para fazer sanduíches para ele levar e consequentemente não precisar gastar dinheiro.

A mulher ainda relatou que achou que tudo estava indo bem e teve a impressão que o marido, enfim, estaria se alimentando de forma saudável, além de economizar dinheiro.

No entanto, cada vez que ela perguntava ao marido se ele estava gostando dos sanduíches, ele “desconversava”. Porém, sempre pedia para a companheira fazer lanches a mais porque sentia “muita fome”.

Amigo entrega “golpe”

“Ontem, ele [marido] voltou para casa com um colega de trabalho. Sentamos à mesa de jantar e o rapaz falou sobre os sanduíches que eu faço e como eles são deliciosos”, relatou a mulher.

Porém, o amigo deixou escapar que o “preço do sanduíche foi muito alto”, o que deixou a mulher confusa.

“Pedi a ele que explicasse e ele disse que meu marido vende os sanduíches que faço para seus colegas de trabalho e depois vai comprar seu próprio almoço no restaurante’, lembrou ela. “Eu fiquei chocado. Meu marido negou”.

A mulher então afirmou que começou a discutir com o marido assim que o amigo deixou o local. “Ele disse que não havia nada de errado com isso. Eu disse a ele que não vou mais fazer sanduíches para ele se estiver vendendo para comprar fast food ‘, disse ela.

“’Ele se defendeu, chamando isso de uma reação exagerada, já que não está gastando dinheiro em fast food e disse que eu estava sendo injusta em começar uma discussão sobre isso”, relatou.

Muitas pessoas no tópico do Reddit se mostraram chocadas com a forma que o marido agia. “É muito desrespeitoso, especialmente porque ele está pedindo a ela sanduíches extras para vender para que ele possa comprar o fast food que quiser”, escreveu uma usuária.

Outros afirmaram que, embora o marido estivesse errado, ela deveria abrir sua própria lanchonete, já que as pessoas estão dispostas a comprar suas refeições.

+

Internet