‘Musa das Estradas’ de SC alerta para golpe contra categoria: ‘Estão atacando geral’

Caminhoneira contou que ao tentar se cadastrar em um aplicativo, para acessar o beneficio BEm Caminhoneiro, notou que seu CPF já estava sendo utilizado

A caminhoneira catarinense Aline Füchter Ouriques gravou um vídeo para alertar sobre um golpe que está sendo praticado contra caminhoneiros aptos a receberem o BEm Caminhoneiro (Benefício Emergencial aos Transportadores Autônomos de Carga).

‘Musa das Estradas’ de SC alerta para golpe contra categoria – Foto: Internet/Reprodução‘Musa das Estradas’ de SC alerta para golpe contra categoria – Foto: Internet/Reprodução

Segundo a “Musa das Estradas”, como é conhecida, ela tentou fazer o cadastro no aplicativo Caixa Tem, plataforma utilizada para receber o benefício do governo, quando notou que seu CPF já estava sendo usado por outra pessoa.

“Descobri que tem uma conta no Caixa Tem que não é minha, com um e-mail que não é meu, cadastrado com meu CPF. Então, algum estelionatário baixou esse aplicativo e fez um cadastro como se fosse eu para receber esse benefício”, contou Aline.

Ela comentou ainda que a situação está acontecendo com outros colegas. “Todo lugar que a gente vai carregar [os caminhões], damos nossos dados, estão ali escancarados”, destaca. “É geral que estão atacando”, falou.

A gravação foi pulicada no domingo (31) e já ultrapassou mais de 118 mil visualizações no Youtube. “Esse vídeo é um alerta para vocês, porque aconteceu comigo e pode acontecer com qualquer um de vocês”, alertou. “É geral que estão atacando”, completou.

Natural de Tubarão, no Sul catarinense, Aline voltou a viajar a pouco mais de um mês, inclusive retornou ao km 240 da BR-174, em Mato Grosso, onde sofreu um grave acidente em janeiro deste ano.

Entenda mais sobre o programa

O governo federal pagará a partir de agosto os auxílios Bem Caminhoneiro e Bem Taxista. A Fecam (Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Santa Catarina) estima que há cerca de 70 mil caminhoneiros autônomos aptos a receberem o auxílio no Estado.

Os auxílios foram criados devido ao encarecimento no preço dos combustíveis. Serão 6 parcelas de R$ 1 mil cada, pagos aos caminhoneiros autônomos cadastrados no sistema ANTT até 31 de maio de 2022. As parcelas serão pagas por CPF e independem da quantidade de veículos cadastrados em nome do beneficiário.

“Querendo ou não, não vai fazer nem cócegas, porque o aumento de três reais para sete não dá para nada. Mesmo assim é um direito que todo mundo quer receber”, disse Aline.

+

Internet

Loading...