Pai de décuplos garante que crianças existem: “As pessoas verão os bebês na hora certa”

Autoridades locais haviam dito não ter encontrado o registro do parto na província em que ele teria ocorrido; pai diz que bebês estão incubados

De um lado, autoridades sul-africanas tentam comprovar a veracidade do parto de dez bebês, após Gosiame Thamara Sithole, anunciar que teria dado à luz as crianças de uma vez, na última segunda-feira (7). No centro de tantas expectativas, o pai dos recém-nascidos, Tebogo Tsotetsi, veio a público garantir que os décuplos realmente existem.

Autoridades locais dizem não ter encontrado registro do parto – Foto: Thobile Mathonsi/Divulgação/NDAutoridades locais dizem não ter encontrado registro do parto – Foto: Thobile Mathonsi/Divulgação/ND

“É uma situação única. Eles são prematuros, ainda estão incubados”, informou Tsotetsi, em vídeo compartilhado pelo jornal Petroria News. “Eles são muito pequenos”, diz o pai durante a gravação. “Os médicos não querem arriscar”, afirma.

Segundo ele, a ideia do isolamento e do mistério sobre as crianças é proporcionar o espaço e a privacidade que necessitam para receberem os devidos cuidados. “As pessoas verão os bebês na hora certa”, reforçou.

Quanto à mamãe, Tsotetsi disse que ela permanece no hospital, com quadro de recuperação favorável: “Ela está muito bem, deu à luz a cinco bebês [naturalmente] outros cinco por cesariana”, conta.

Confira o vídeo

Father of decuplets Tebogo Tsotetsi shares how he felt when he heard the news that his wife had given birth to 10 babies.Video: Henk Kruger/ African News Agencyhttp://iol.co.za/tags/gosiame-thamara-sithole

Posted by IOL News on Wednesday, June 9, 2021

Veículo de notícia teria acompanhado gestação

Como primeiro veículo a divulgar o caso, o Pretoria News também se manifestou, após algumas controvérsias levantadas tanto nas redes sociais quanto por lideranças sul-africanas.

Piet Rampedi, um dos editores do jornal, explicou que o veículo mantém contato com a família dos décuplos desde o final do ano passado. Porém, salientou que a história foi mantida em segredo até o parto por questões de segurança.

Caso ela tenha mesmo dado à luz dez crianças, se tornará a mãe com maior número de crianças trazidas ao mundo em um único parto. Atualmente, o recorde pertence à malinense Halima Cissé, que teve nove filhos em uma clínica de Marrocos.

Autoridades africanas desconfiam de parto

A história recebeu ares de mistério depois que as autoridades locais disseram não ter encontrado o registro do parto na província em que ele teria ocorrido.

“Não temos registro dos 10 bebês em nenhum hospital de Gauteng. A menos que tenham nascido no ar”, declarou Thabo Masebe, porta-voz do governo provincial, em entrevista ao site de notícias Times Live.

“Checamos hospitais públicos e privados e ninguém sabe do caso. Outra questão é: onde estão os obstetras que fizeram o parto e o pediatra que cuidou deles? Ninguém se apresenta.” O departamento de desenvolvimento social de Gauteng informou que assistentes sociais serão enviados até a família nesta quinta-feira (10).

“Não vimos fisicamente a mãe e os filhos”, informou Feziwe Ndwayana, assessor de comunicação da divisão. “Mas, ela é cadastrada conosco desde 2016. Teve gêmeos anteriormente.”

Apesar da dificuldade em confirmar a veracidade do caso, Mzwandile Masina, prefeito da cidade de Ekurhuleni, onde vive a mulher, afirmou em postagem no Twitter que a família das crianças foi localizada e tem recebido apoio da administração.

“Encontramos a família e fomos informados de que os bebês estão bem. Vou compartilhar a informação com o governo federal, sei que éramos piada ontem, quando procuravam por eles. Alguns de nossos companheiros locais têm ajudado. Então, estamos bem”, diz o texto.

O Times Live também menciona um tuíte escrito por Lerato Tsotetsi, que se identifica como “membro da família”. Na postagem, ela revelou que os décuplos estão em um hospital privado na unidade de terapia intensiva neonatal. Até o momento, escreveu Lerato, a equipe médica não autoriza fotos.

+

Internet