‘Rapunzel da vida real’ viraliza com cabelão de 1,3 m: ‘insetos ficam presos’

Russa de 35 anos já 2,2 milhões de seguidores no TikTok e compartilha longa rotina de cuidados com as madeixas

A “Rapunzel da vida real”, a russa Alena Mazanik, de 35 anos, viralizou no TikTok exibindo os longos cabelos louros, que podem parecer até ruivos dependendo da iluminação. Ela já acumula 2,2 milhões de seguidores na plataforma, onde mostra a rotina de cuidados dos fios de 1,3 metro.

‘Rapunzel da vida real’ viraliza com cabelão de 1,3 m: ‘insetos ficam presos’ – Foto: @mazanik_aliona/Reprodução/Internet/ND‘Rapunzel da vida real’ viraliza com cabelão de 1,3 m: ‘insetos ficam presos’ – Foto: @mazanik_aliona/Reprodução/Internet/ND

Com os cabelos tão compridos e cheios, ela revela que é comum até insetos ficarem presos nos fios. “Tem até borboletas nos meus cabelos, e isso não é uma piada”, conta. As informações são do R7.

Já conforme o tabloide The Mirror, Alena tem uma longa rotina para cuidar dos fios mais longos ainda: são pelo menos 16 horas por semana de tratamento e cuidados dos cabelos. “Eu adoro que meu cabelo seja volumoso e muito macio. No verão, costumo usar os fios soltos porque amo senti-los caindo sobre meus ombros, braços e pernas”, contou ela. “Também curto pentear os cabelos e passar os dedos entre os fios”, disse.

Ela percebeu que gostava do cabelão quando tinha 13 anos, em 1999. Ela havia cortado os fios bem curtinhos, mas se arrependeu logo em seguida. Ela deixou o cabelo crescer até 2006, quando começou a pintar o cabelo.

Mas a tintura acabou danificando os fios, e, em 2010, passou a cuidar com mais intensidade dos fios. E eles foram crescendo, até atingir o comprimento atual.

Lavar tanto cabelo demanda tempo: são praticamente quatro horas toda vez que lava, entre três e quatro vezes por semana. Os tratamentos incluem óleos, máscaras de hidratação, entre outros produtos específicos.

“Algumas vezes, o comprimento causa problemas, como quando eu me sento nos fios sem querer ou quando eles ficam presos na porta do carro ou em maçanetas. Além disso, insetos como moscas, besouros e borboletinhas sempre ficam presos nos fios”, revela a russa.

+

Internet

Loading...