Conteúdo por Gazeta Esportiva

Grand Slam de judô é cancelado por conta do coronavírus

A Federação Internacional de Judô (FIJ) anunciou nesta segunda-feira que o Grand Slam de judô de Ecaterimburgo, na Rússia, com previsão para ocorrer entre os dias 13 e 15 de março, foi cancelado por causa da epidemia do coronavírus.

O Brasil iria viajar com 25 atletas para a disputa da competição. A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) declarou que nenhum judoca fez o embarque para a Europa, já que a decolagem estava marcado para esta terça-feira.

Atletas que iriam viajar para o Grand Slam em Ecaterimburgo

Confira o anúncio da FIJ na íntegra:

À luz dos contínuos novos desenvolvimentos na crise do COVID-19 e da deterioração da situação em muitos países, as viagens se tornaram cada vez mais arriscadas e, assim, se tornaram aglomerações públicas.

Estamos na posição infeliz em que devemos tomar uma decisão drástica para proteger a família do judô e também cumprir as medidas gerais de segurança em todo o mundo.

O Comitê Executivo da FJI tomou a decisão de emergência de cancelar com efeito imediato todos os eventos de qualificação olímpica no calendário da FJI até 30 de abril de 2020. Isso inclui o Grand Slam de Ecaterimburgo na Rússia, o Grand Prix em Tbilisi (GEO) e Antalya (TUR) e os eventos continentais.

Infelizmente, a situação agora é perigosa e crítica sob muitos pontos de vista. É de suma importância manter a família do judô segura nesses tempos difíceis e também garantir chances justas para todos os atletas envolvidos na qualificação olímpica.

Mais informações serão divulgadas nos próximos dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Judô

Loading...