Por ironia, filho de Bruno e Eliza Samudio é goleiro e quer olhar o pai nos olhos

Matéria no jornal Extra, do Rio de Janeiro, mostra como vive o garoto cujo pai, Bruno, foi condenado pela morte de sua mãe Eliza Samudio

A edição desta sexta-feira (11) do jornal Extra, do Rio de Janeiro, traz matéria com o menino Bruno Samudio. Ele tem 11 anos e é filho de Eliza Samudio e do goleiro Bruno, pela violenta morte da modelo em 2010. A matéria esclarece que, aos 11 anos, o menino começa a querer entender sua história. Ele vive com a avó, Sônia Moura, mãe de Eliza, no Mato Grosso do Sul.

GOLEIRO BRUNO – O ex-goleiro do Flamengo foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, em 2010. É provavelmente o caso de maior impacto na história do futebol brasileiro envolvendo jogador em crime contra a mulher – Foto: ArteGOLEIRO BRUNO – O ex-goleiro do Flamengo foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, em 2010. É provavelmente o caso de maior impacto na história do futebol brasileiro envolvendo jogador em crime contra a mulher – Foto: Arte

“Dia desses, ele me questionou sobre a morte da mãe porque se sente culpado pelo crime. Nunca tinha visto ele se revoltar ou ficar tão abalado. Vi meu neto socar o colchão dele com força”, disse Sônia ao Extra.

A avó afirma que Bruninho, como é chamado, quer conhecer o pai. Mas não pretende fazer isso agora, mas na hora certa.

“Esse dia só vai chegar quando puder estar na mesma altura que ele, para olhá-lo nos olhos”.

Sônia disse ainda que tentou afastar o menino do futebol, sendo que ele se dedicou alguns anos ao caratê. No entanto, acabou se apaixonando pelo mundo da bola. Hoje, ironicamente, Bruninho é goleiro.

“Não posso interferir no que ele quer”, dia a avó.

+

Justiça Brasileira