Atriz de ‘Doutor Estranho’ é condenada por abuso sexual infantil

Famosa foi acusada, junto do marido, de violar direito das crianças com atitudes de cunho sexual; casal nega acusações

A atriz Zara Phythian, protagonista do filme “Doutor Estranho”, lançado em 2016, foi presa, junto com o marido, Victor Marke, por abuso sexual contra crianças.

Eles foram condenados pelo crime cometido nos anos de 2005 e 2008 contra um jovem que, na época, tinha entre 13 e 15 anos. A pena foi de oito anos para a atriz e 14 para o marido. As informações são do Yahoo.

Atriz foi presa no mês de maios após acusações de abuso sexual – Foto: Marvel/Divulgação/NDAtriz foi presa no mês de maios após acusações de abuso sexual – Foto: Marvel/Divulgação/ND

O marido, inclusive, soma outra acusação, contra uma adolescente de 15 anos. O fato também foi considerado na pena proferida pelo juiz Mark Watson.

Com relação à primeira vítima, não identificada, de 29 anos, foi relatado que os atos ainda foram filmados por Victor e Zara, em diversas ocasiões.

Entre as denúncias, estão ‘desafios’ impostos às crianças, como prática de sexo oral no marido, estimulada pela atriz. O uso de bebida alcoólica também foi registrado. O casal nega as acusações.

O juiz responsável pelo julgamento considerou, ainda, que Marke era a “força motriz por trás do abuso”.

“Embora você tenha negado no interrogatório que estava apaixonada por Victor Marke, com base nas evidências que ouvi, não tenho dúvidas de que seu desvio foi moldado pela influência que ele teve sobre você desde jovem”, afirmou o juiz para Zara.

+

Justiça Internacional

Loading...