Acusados de incitarem ataques à democracia falam à PF de Joinville

Durante a manhã desta sexta-feira (20), seis mandados de busca e apreensão, expedidos pelo STF, foram cumpridos pela Polícia Federal

Acusados de incitar ataques à democracia,“Zé Trovão” e Turíbio Torres foram os dois primeiros nomes de Santa Catarina a prestarem depoimento à PF (Polícia Federal) nesta sexta-feira (20), em Joinville.

Durante a manhã, os policiais cumpriram seis mandados de busca e apreensão expedidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em Joinville e em São Francisco do Sul.

Trovão e Turíbio Alves foram os primeiros a deporTrovão e Turíbio Alves foram os primeiros a depor – Foto: Maikon Costa/NDTV

A NDTV conversou com os dois acusados, que revelaram suas percepções sobre a decisão. Juliano Martins, que também estava no local, não falou com a equipe de reportagem.

O caminhoneiro “Zé Trovão”, de Joinville, comentou que o cumprimento do mandado era esperado, mas defendeu que não agiu ilegalmente.

“A gente faz um trabalho muito sério, dentro das quatro linhas da constituição. Nós não estamos ferindo nenhum artigo”, comentou à NDTV. “Nós vamos prestar os esclarecimentos necessários, responder as perguntas que eles têm a fazer. como eu disse, não devo nada”, completou.

Nas redes sociais, ele vinha apoiando uma paralisação nacional para o dia 7 de setembro, que inclui a reivindicação pela exoneração dos ministros do STF entre outras demandas. Após a chegada da PF em sua casa, ele se manifestou na internet:

Ainda na cidade, outro mandado foi cumprido na residência do empresário Turíbio Torres, que também vem defendendo os atos programados para o feriado.

À reportagem, Torres disse que todo o movimento foi “dentro da lei”, e que também já aguardava o cumprimento do mandado.

Defesa

Os acusados estão sendo defendidos pelo advogado Levi de Andrade, de Curitiba, parceiro do movimento contra o STF.

Apenas Juliano Martins contratou uma advogada particular, que não quis gravar entrevista.

“A defesa deles vai ser simples, porque eles não infringiram nada da constituição. É evidente que estaremos acompanhando eles aqui no depoimento e já estamos tomando as providências, com nossa equipe de advogados, com relação a essa decisão do ministro do STF”, afirmou.

Mandados cumpridos em Joinville e São Francisco do Sul

Em Joinville, Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como “Zé Trovão”, foi intimado a comparecer na sede da Polícia Federal na cidade.

Manifestantes estiveram em frente à delegacia da PFManifestantes estiveram em frente à delegacia da PF – Foto: Reprodução/NDTV

Nas redes sociais, ele vinha apoiando uma paralisação nacional para o dia 7 de setembro, que inclui a reivindicação pela exoneração dos ministros do STF entre outras demandas. Ainda na cidade, outro mandado foi cumprido na residência de Turíbio Torres, que também vem defendendo os atos programados para o feriado.

Já em São Francisco do Sul, um mandado foi cumprido na casa de Juliano Martins, que também se posicionou nas redes sociais pelos protestos e divulgou um vídeo falando sobre a ação do STF.

Os demais nomes não foram divulgados.

Todos os mandados foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes e, além de Santa Catarina – Estado com maior número de mandados – também há ações no Distrito Federal (1), Mato Grosso (1), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Ceará (1) e Paraná (1).

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Justiça SC

Loading...