Corregedoria do MP pede vídeo de audiência do caso Mariana Ferrer

Corregedor Rinaldo Lima quer analisar a postura do promotor Thiago Carriço de Oliveira durante o processo; confira trecho da audiência divulgado pelo The Intercept Brasil

A Corregedoria Nacional do Ministério Público pediu, nesta quarta-feira (4), a íntegra do vídeo da audiência realizada no decorrer do processo contra André de Camargo Aranha, acusado de estuprar Mariana Ferrer em uma festa, em 2018.

Advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho (à esquerda acima), juiz Rudson Marcos (à direita acima), promotor Thiago Carriço de Oliveira (à esquerda abaixo), defensor público (à direita abaixo) e Mariana Ferrer – Foto: Reprodução/NDAdvogado Cláudio Gastão da Rosa Filho (à esquerda acima), juiz Rudson Marcos (à direita acima), promotor Thiago Carriço de Oliveira (à esquerda abaixo), defensor público (à direita abaixo) e Mariana Ferrer – Foto: Reprodução/ND

O pedido foi feito pelo corregedor nacional, conselheiro Rinaldo Lima, e servirá para instrução de procedimento de investigação da atuação do promotor envolvido no caso, Thiago Carriço de Oliveira.

“O vídeo deverá ser juntado à reclamação disciplinar que foi instaurada em 9 de outubro. A reclamação em questão apura tanto a conduta de Carriço no processo como na audiência do caso.”

Mais cedo, o MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) afirmou que o vídeo divulgado pelo jornal The Intercept Brasil, que mostra Mariana Ferrer sendo humilhada pelo advogado de defesa do acusado, teria sido editado e manipulado.

O órgão salientou que o promotor de Justiça interferiu em favor da vítima em outras ocasiões ao longo do ato processual, como forma de cessar a conduta do advogado, o que não consta no trecho que aparece na web.

“O MP lamenta a postura do advogado do réu durante a audiência criminal, que não se coaduna com a conduta que se espera dos profissionais do Direito envolvidos em processos tão sensíveis e difíceis às vítimas, e ressalta a importância de a conduta ser devidamente apurada pela OAB pelos seus canais competentes”, destacou.

Confira o vídeo do The Intercept Brasil na íntegra:

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Justiça SC

Loading...