Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Deputado Laércio Schuster requer depoimento de Moisés no Tribunal de Julgamento

Requerimento do parlamentar foi protocolado nesta quinta-feira (22)

Requerimento para que o governador Carlos Moisés da Silva seja interrogado pelo Tribunal Especial de Julgamento foi protocolado nesta quinta-feira (22), pelo deputado Laércio Schuster(PSB), único dos cinco deputados julgadores a votar a favor do pedido de impeachment.

Deputado Schuster quer ouvir governador no Tribunal misto – Foto: arquivoDeputado Schuster quer ouvir governador no Tribunal misto – Foto: arquivo

O parlamentar entende que “questionar o Governador afastado é fundamental para tentar esclarecer as dúvidas quanto à compra fraudulenta dos 200 respiradores pagos e não entregues, o que causou um prejuízo de R$ 33 milhões aos cofres públicos em plena pandemia.”

Acrescenta mais adiante: “quando teve a oportunidade, o Governador afastado não compareceu pessoalmente à CPI dos Respiradores para responder as perguntas dos deputados. Teve a chance e não o fez. Porém, agora, na condição de julgador, acredito que pode haver prejuízo ao próprio denunciado caso ele não seja ouvido por aqueles que o estão julgando. É o momento para ele se manifestar e convencer os julgadores e a própria sociedade de que não houve omissão por parte do Governador afastado na compra dos 200 respiradores”.

O deputado Laércio lembra ainda que, no voto da desembargadora-relatora, Dra. Rosane Portella Wolff, que foi seguido pelos demais desembargadores do TJ-SC e pelo próprio deputado, a desembargadora afirmou categoricamente que o governador afastado mentiu sobre esse tema dos respiradores.

Completou: “agora é o momento, e por isso que estou pedindo, como é de praxe na Justiça, que o denunciado seja ouvido e apresente sua defesa. Inclusive para não haver prejuízo no meu próprio julgamento”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.