Dois anos depois, assaltantes do Aeroporto de Blumenau são condenados

Somadas, as penas ultrapassam 130 anos de prisão; cinco pessoas foram condenadas e duas absolvidas

A Justiça de Blumenau condenou cinco homens pela participação no assalto ao Aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, no Vale do Itajaí. A sentença foi proferida nesta quinta-feira (6). Somadas, as penas ultrapassam 130 anos de prisão.

A decisão é do juiz Lenoar Bendini Madalena, da 1ª Vara Criminal da comarca de Blumenau. Outras duas pessoas foram absolvidas.

Dois anos depois, assaltantes do Aeroporto de Blumenau são condenados – Foto: Reprodução/NDTV BlumenauDois anos depois, assaltantes do Aeroporto de Blumenau são condenados – Foto: Reprodução/NDTV Blumenau

Os homens foram condenados pelos crimes de latrocínio e uso de documentos públicos falsos visando a locação de imóveis e compra de veículos utilizados no roubo. As penas individuais variam de 11 a 32 anos de reclusão.

Da decisão ainda cabe recurso ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina, mas os réus não poderão recorrer em liberdade.

No entendimento do juiz Lenoar Bendini Madalena, o crime foi minuciosamente planejado. Segundo a investigação, os criminosos usaram armas de grosso calibre e durante a fuga utilizaram um veículo caracterizado como ambulância para não levantar suspeitas.

O crime

O assalto aconteceu no dia 14 de março de 2019. Na ocasião, uma jovem de 22 anos foi morta e dois vigilantes da empresa de valores foram gravemente feridos.

Os criminosos roubaram R$ 9,6 milhões, o maior roubo já registrado em Santa Catarina até o que ocorreu em Criciúma, no fim do ano passado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Justiça SC