Empresário que falsificava selos de extintores é condenado

O homem foi sentenciado a dois anos de reclusão em regime aberto. No entanto, a pena poderá ser substituída por prestação de serviços à comunidade

A Justiça de Timbó condenou um empresário por fixar selos falsos do Inmetro (Instituto de Metrologia de Santa Catarina) em extintores de incêndio. Ele era responsável por uma empresa que fazia manutenção dos equipamentos na região.

Empresário falsificava selos de extintores em Timbó – Foto: João Victor Góes / ND+

Segundo denúncia do Ministério Público, o crime foi descoberto em 2012 por um fiscal do Inmetro-SC, que constatou através de perícia que os selos eram falsos. A empresa não poderia emitir os adesivos pois estava com registro de atuação vencido desde dezembro de 2011.

A defesa do acusado tentou a absolvição alegando falta de provas. Porém, o empresário confirmou durante interrogatório a falsificação dos selos. Segundo ele, as cópias eram feitas a partir do próprio selo recebido do Inmetro. Ainda durante a depoimento o homem disse que utilizava as cópias em extintores nos quais fazia manutenção para empresas.

A juíza substituta, Larissa Corrêa Gallina, entendeu que o erro poderia comprometer a segurança dos consumidores e condenou o homem a dois anos de reclusão, em regime inicial aberto. No entanto, a pena poderá ser substituída por prestação de serviços à comunidade. Da decisão ainda cabe recurso.

+

Justiça SC