Moacir Pereira

moacir.pereira@ndmais.com.br Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Hackers fazem ataque ao Poder Judiciário de Santa Catarina

Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional adverte magistrados e servidores sobre grave crime cibernético

Ataques criminosos sobre endereços eletrônicos de integrantes do Poder Judiciário Catarinense foram executados por “hackers”. O crime cibernético está sendo investigado pelo Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional do Tribunal de Justiça.

O fato é inédito e considerado gravíssimo, pois já ocorreu no sistema do
Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.

Hackers fazem ataque ao Poder Judiciário de Santa Catarina – Foto: Pixabay/Divulgação/NDHackers fazem ataque ao Poder Judiciário de Santa Catarina – Foto: Pixabay/Divulgação/ND

Em mensagem comunicando o fato, o Núcleo dá outras informações:

“Nesta data, chegou ao conhecimento deste Núcleo nova prática de cybercrime perpetrado em desfavor de integrantes do Poder Judiciário catarinense.

No modus operandi, desta vez, os agentes remetem uma mensagem de e-mail em que o endereço eletrônico do remetente é o mesmo do destinatário, e no corpo do texto, utilizando-se de tal fato, alegam ter acesso total ao computador ou dispositivo do destinatário, bem como a seus contatos e, ainda, a imagens e áudios que, supostamente, teriam sido adquiridos mediante acionamento, pelo invasor, da câmera e microfone do destinatário, ora vítima.

Com isso, os agentes delitivos iniciam chantagem, exigindo que as vítimas realizem um depósito em um endereço bitcoin para que não tenham essas imagens difundidas, nem mesmo suas contas de e-mail ou aplicativo de mensagens invadidas”.

Finalizam estabelecendo prazo para a efetivação do depósito e informam que, mediante apresentação de comprovante, não haverá mais qualquer intervenção do autor e as supostas imagens serão apagadas.

Referida prática, reitera-se, consiste em modalidade de golpe utilizada para a obtenção de vantagens econômicas, sendo que todas as informações constantes no e-mail são inverídicas, motivo por que a mensagem deve ser desconsiderada e nenhum depósito deve ser realizado.”

No mesmo comunicado o Núcleo faz recomendações para aumentar a segurança das contas:

  • Que a sua senha do e-mail seja alterada utilizando combinações de letras, números e caracteres especiais.
  • Não clique em links suspeitos ou abra anexos de remetentes desconhecidos sem verificar a origem da mensagem. Se o e-mail for suspeito, delete imediatamente de sua caixa postal.

O Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional informa, finalmente, que já está tratando, junto à Diretoria de Tecnologia da Informação, acerca da adoção das medidas necessárias para identificação da autoria delitiva, bem como àquelas relacionas à prevenção de novos fatos da mesma natureza”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...