Intérprete de Libras possibilita audiência de pessoa surda em Navegantes

Homem acusado de violência doméstica precisou de intérprete durante a audiência de custódia

Uma audiência de custódia na comarca de Navegantes foi facilitada graças ao auxílio de uma tradutora e intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), que possibilitou a comunicação com uma pessoa surda na audiência realizada nesta sexta-feira (26).

Intérprete de Libras possibilita audiência de custódia em Navegantes – Foto: Freepik/Divulgação/TJSCIntérprete de Libras possibilita audiência de custódia em Navegantes – Foto: Freepik/Divulgação/TJSC

O homem que precisou de intérprete havia sido preso em flagrante por crime de ameaça e lesão corporal em contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher, praticado contra a companheira. O processo foi encaminhado ao plantão judicial e distribuído na noite de segunda-feira (25), por volta de 23h, para a Vara Criminal.

Conforme explica a juíza Marta Regina Jahnel, como o conduzido era pessoa surda-muda, a assessoria da unidade foi em busca de profissional habilitado perante o sistema da AJG/PJSC (Assistência Judiciária Gratuita do Poder Judiciário de Santa Catarina) para a nomeação e aceitação do  encargo.

“A busca foi exitosa, a intérprete prontamente atendeu ao chamado e acompanhou a realização de todo o ato, atuando na facilitação e comunicação entre o conduzido e os demais participantes”, relata a magistrada.

A audiência definiu liberdade para o homem, mediante ao cumprimento de medidas cautelares diversas da prisão e aplicação de medidas protetivas de urgência para a vítima. O processo tramita em segredo de justiça, conforme o TJ (Tribunal de Justiça).

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Diversa+ na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Justiça SC

Loading...