Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Judiciário aumentou produtividade durante a pandemia em SC

Dados da coordenadora do Núcleo de Comunicação Institucional do Tribunal de Justiça

O Poder Judiciário registrou a marca recorde de 1,2 milhão de decisões judiciais proferidas desde o início da pandemia em Santa Catarina.

É o maior resultado entre os 10 tribunais de médio porte do Brasil. Outro número atuação destacada: concentração do segundo maior volume de sentenças e acórdãos, com 838.200, além de 1,8 milhão de despachos.

TJSC é o maior resultado entre os 10 tribunais de médio porte do Brasil – Foto: RICTV/Reprodução/NDTJSC é o maior resultado entre os 10 tribunais de médio porte do Brasil – Foto: RICTV/Reprodução/ND

Dados oficiais revelados pela desembargadora Vera Lúcia Copetti, coordenadora do Núcleo de Comunicação Institucional do Tribunal de Justiça, sobre a produtividade do Judiciário durante a pandemia. Apontou outro número: 68,2 milhões de atos praticados no período pelos servidores.

Acrescenta em nota: “Soma-se a isso, a expressiva contribuição financeira para o combate à Covid-19: R$ 18,7 milhões foram destinados para a compra de equipamentos e insumos de uso exclusivo na pandemia. É a segunda maior colaboração entre todos os tribunais estaduais brasileiros. De forma a manter a economia catarinense aquecida, unidades judiciais de todo o Estado deram vazão à expedição de alvarás e à tramitação de precatórios. Assim, o volume de depósitos judiciais já ultrapassou a marca de R$ 2,4 bilhões. Em relação aos precatórios do Estado, a quantia foi de R$ 393,6 milhões. Quanto aos precatórios dos municípios, o valor foi de R$ 309,3 milhões”.