Júri condena dupla por assassinato de mulher em Criciúma

Um homem de 44 anos e uma mulher de 38 anos foram condenados pela morte da cunhada em Criciúma em sessão do Tribunal do Júri realizada na quinta-feira (22)

Um homem de 44 anos e uma mulher de 38 anos foram condenados pela morte por asfixia e ocultação do cadáver da cunhada em sessão do Tribunal Júri promovida nesta quinta-feira (22) na comarca de Criciúma.

O homem foi condenado a 20 anos, oito meses e 20 dias de reclusão, em regime inicial fechado, pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, asfixia e dissimulação e emboscada, corrupção de menores, ocultação de cadáver e dano qualificado.

Já a mulher foi condenada a 16 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado, pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, por asfixia e dissimulação e emboscada, corrupção de menores, ocultação de cadáver e dano qualificado.

Tribunal do Júri ocorreu nesta quinta-feira (22) no Fórum da comarca de Criciúma – Foto: Fernanda de Mamam/Fórum Criciúma/NDTribunal do Júri ocorreu nesta quinta-feira (22) no Fórum da comarca de Criciúma – Foto: Fernanda de Mamam/Fórum Criciúma/ND

Réu culpava mulher por suicídio do irmão

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC),  o irmão do homem de 44 anos se suicidou e ele acreditava que a cunhada, esposa do irmão, teria participação na morte dele.

Por isso, ele, o filho adolescente dele e a mulher atraíram a vítima e a mataram asfixiada. Após o assassinato, eles ainda fizeram cortes no pescoço e na barriga da vítima. O corpo, então, foi enrolado em um cobertor e jogado em um matagal entres os municípios de Siderópolis e Treviso.

O crime ocorreu no dia 28 de dezembro de 2018 e o corpo da vítima foi encontrado 38 dias depois. O carro da vítima foi utilizado no crime e posteriormente incendiado pelos criminosos.

A dupla está presa preventivamente desde fevereiro de 2019 e teve negado o direito de responder em liberdade. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC). 

+

Justiça SC

Loading...