Fabio Gadotti

fabio.gadotti@ndmais.com.br Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Justiça exige que Estado apague publicação e envie doses extras a município de SC

Ação foi solicitada por prefeito e movida pela Defensoria Pública do Estado

A Justiça acolheu uma ação solicitada pelo prefeito de São Lourenço do Oeste, Rafael Callefi, e movida pela Defensoria Pública do Estado que exige que o governo de Santa Catarina apague das redes sociais as publicações que fazem menção à conclusão da primeira etapa de vacinação dos adultos em Santa Catarina.

Prefeito foi à Justiça após não conseguir completar imunização com doses enviadas até agora – Foto: Fotos PúblicasPrefeito foi à Justiça após não conseguir completar imunização com doses enviadas até agora – Foto: Fotos Públicas

De acordo com o juiz Lucas Chicoli Nunes Rosa, os posts não correspondem com a realidade, já que nem todas as cidades tiveram imunizantes suficientes para a população acima dos 18 anos.

A decisão assinada em 3 de setembro deu o prazo de três dias, sob pena de R$ 1 mil por dia a partir da notificação, para o Estado fornecer as 1.900 vacinas que faltavam para completar a imunização da primeira dose na cidade.

Em contato com a coluna, a secretaria de Saúde da cidade disse que não recebeu nenhuma dose após a decisão. A assessoria da Secretaria Estadual da Saúde não respondeu por quê não cumpriu a determinação judicial.

*Interino: Daniel Hugen, editor executivo do Balanço Geral Florianópolis

Loading...