Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Ministério Público pede abertura de inquérito policial contra o Sintrasem

Investigação vai apurar responsabilidades por descumprimento de decisões judiciais e por crime ambiental

Grevistas da Comcap se concentraram em frente ao prédio da Câmara de Florianópolis durante a votação do projeto encaminhado durante a convocação extraordinária – Foto: Leo Munhoz/NDGrevistas da Comcap se concentraram em frente ao prédio da Câmara de Florianópolis durante a votação do projeto encaminhado durante a convocação extraordinária – Foto: Leo Munhoz/ND

A 24ª Promotoria de Justiça da Capital pediu a abertura de um inquérito policial para apuração de responsabilidades do Sintrasem sobre o descumprimento de decisões judiciais e pela prática de crime ambiental, por “despejo manifestamente irregular de lixo pelas ruas da cidade”.

A iniciativa atende à decisão da 3ª Câmara de Direito Público do TJSC, que dá conta de afronta à sentença que declarou ilegal a greve da Comcap.

O oficio do promotor Wilson Paulo Mendonça Neto foi encaminhado à delegacia geral da Polícia Civil.

Os empregados deflagraram a greve para protestar contra o projeto do Executivo, aprovado esta semana durante a convocação extraordinária e  já sancionado pelo prefeito Gean Loureiro (DEM), que acabou com benefícios diferenciados em relação aos servidores da administração direta e indireta.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.