MPSC quer impedir desfile de trio elétrico em Balneário Camboriú

Ministério Público entrou com liminar e decisão cabe à Vara da Fazenda Pública de BC, que ainda não se manifestou

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) entrou com um pedido de liminar, na justiça, para impedir que o trio elétrico desfile pela Avenida Atlântica, em Balneário Camboriú, durante este sábado (13) e domingo (14) de semana de carnaval.

A decisão cabe à Vara da Fazenda Pública de Balneário Camboriú, que ainda não se manifestou sobre a ação movida pela 6ª Promotoria de Justiça da cidade.

Em seu pedido, o promotor Álvaro Pereira Oliveira Melo destacou que o trio vai promover aglomeração no momento em que a Região da Foz do Rio Itajaí está em risco potencial grave para contaminação de Covid-19.

MPSC ainda aguarda resposta da justiça de Balneário Camboriú – Foto: Divulgação/Prefeitura de NavegantesMPSC ainda aguarda resposta da justiça de Balneário Camboriú – Foto: Divulgação/Prefeitura de Navegantes

Álvaro Pereira Oliveira Melo argumentou que o juízo tem por regra não interferir na administração pública municipal, mas a atração coloca em risco a saúde pública da comunidade e atrai os foliões para a festa.

“Ora, trio elétrico, sabidamente, cuida-se de veículo de porte considerável, onde em sua parte superior são transportados conetores, DJ’s, enfim artistas que realizam apresentações com música, embalando festas populares. Deslocando-se em ritmo lento propicia o acompanhamento pelos foliões, que o seguem no chão, cantando e confraternizando entre si”, destaca a ação.

O promotor afirma ainda, que o evento “fere a legislação aplicável ao período”, que impõe regras de distanciamento, uso de máscara e testagem de temperaturas, o que não poderá ser cumprido no desfile da Avenida Atlântica.

Acesse e receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Justiça SC