Paciente de hospital de BC é indenizado em R$ 12 mil por receber medicação errada

Homem informou aos médicos que era alérgico ao medicamento. Ele precisou ser internado na UTI por conta do erro médico

Após precisar ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por receber a aplicação de um medicamento que era alérgico, mesmo tendo alertado aos médicos, um paciente de um hospital particular de Balneário Camboriú será indenizado em R$ 12 mil.

O erro ocorreu em setembro de 2017. A decisão foi da juíza Patrícia Nolli do 1º Juizado Especial da comarca de Balneário Camboriú e confirmada pela Terceira Turma Recursal.

De acordo com a decisão, consta nos autos que o paciente esteve no hospital em setembro de 2017, quando relatou estar com febre, dores de cabeça, tosse e asma e informou ser alérgico a um anti-inflamatório específico.

Homem precisou ser internado na UTI – Foto: Reprodução internetHomem precisou ser internado na UTI – Foto: Reprodução internet

No julgamento, o médico garantiu que lhe prescreveu os medicamentos acompanhados de anti-histamínico, fato negado pelo paciente. Em sua defesa, o hospital argumentou não haver prova do erro médico, pois a prescrição se deu de acordo com a patologia apresentada pelo enfermo e alegou ainda que o paciente negou alergia a medicamentos.

A juíza afirmou na decisão que “A tese principal da defesa é de que o autor negou a existência de alergia medicamentosa e que ‘o profissional não tinha como adivinhar que o requerente possuía alguma alergia, principalmente quando ele pergunta e o paciente não avisa das alergias que possui'”.

Porém, o fato foi desmentido pelo próprio médico, destacou a magistrada. “Mas o depoimento do médico diz o contrário, confessando inclusive que o autor lhe entregou um documento escrito com a informação de alergia, de modo que tenho por improcedentes as alegações da empresa ré”, ressaltou a juíza em sua decisão.

O hospital foi condenado ao pagamento de R$ 2.715,74 por danos materiais e R$ 10 mil a título de compensação do abalo anímico, quantias que deverão ser atualizadas e acrescidas de juros.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Justiça SC