Policial de SC é condenada a mais de 3 anos de prisão por pegar dinheiro de 28 fianças

A servidora também perdeu o cargo e terá que pagar uma multa de R$ 35.284

Uma policial civil foi condenada a 3 anos e sete meses de prisão por peculato após se apropriar do dinheiro de 28 fianças em Lages, na Serra catarinense.

Mulher é condenada por pegar dinheiro de fianças em Santa Catarina – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Divulgação/NDMulher é condenada por pegar dinheiro de fianças em Santa Catarina – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Divulgação/ND

Os valores variavam entre R$ 240 e R$ 1.356 que, somados, ultrapassam R$ 17 mil. O montante é relacionado a processos com datas entre 2012 e 2014. Com o início da investigação, a escrivã devolveu espontaneamente cerca de R$ 6,7 mil.

A servidora deixou de depositar os valores nas subcontas vinculadas aos processos referentes a autos de prisão em flagrante e ficou com o dinheiro das fianças.

A reportagem procurou o advogado de Iria Alice Vought, Enio Alves de Oliveira,  mas não houve retorno até a publicação. O espaço está aberto.

De acordo com a PCSC (Polícia Civil de Santa Catarina), a servidora foi demitida da Polícia Civil em ato realizado no dia 31 de janeiro de 2017, conforme processo administrativo disciplinar, e desde então não pertence aos quadros da instituição.

Iria Alice foi condenada em regime inicialmente aberto, o que foi substituído pelo pagamento de salário mínimo e prestação de serviços à comunidade.  Além disso, a servidora também foi condenada por improbidade administrativa.

Na decisão, ela terá que ressarcir o valor de R$ 10.871, além de ser condenada à perda do cargo público de policial civil, suspensão dos direitos políticos por oito anos e proibição de contratar com o poder público ou dele receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de dez anos.

Também foi arbitrada uma multa correspondente ao dobro do valor desviado, o que soma R$ 35.284. Cabe recurso ao Tribunal de Justiça.

+

Justiça SC

Loading...