Professora agredida por reprovar aluna em Balneário Camboriú será indenizada

Mulher foi condenada a pagar indenização por danos morais à profissional, e ainda responde uma ação criminal

Uma mulher que agrediu uma professora por reprovar a filha vai ter que pagar mais de R$ 4 mil em multa por danos morais. O caso aconteceu em Balneário Camboriú, no fim do ano letivo de 2019.

Professora agredida por reprovar aluna em Balneário Camboriú será indenizada – Foto: SED/DivulgaçãoProfessora agredida por reprovar aluna em Balneário Camboriú será indenizada – Foto: SED/Divulgação

A professora levou socos e tapas em ambos os braços. A mulher que a agrediu alegou que tudo aconteceu no calor do momento, depois de receber a notícia que a filha havia reprovado. Além disso, ela alegou que relatos sobre “atitudes da professora” em sala de aula também a levaram a empurrar a profissional.

“Agredir fisicamente uma professora no ambiente escolar onde labora, atenta contra as regras da vida em sociedade civilizada. Isso sem falar no péssimo exemplo de agressividade desmedida dado à filha menor”, citou a juíza, em sua sentença.

O valor da multa, de R$ 4 mil, ainda terá acréscimo de juros e correção monetária. A decisão ainda cabe recurso. A mulher ainda responde por uma ação criminal, em segredo de Justiça.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Justiça SC